Dica 96 – Aprenda a se concentrar e se desligar do mundo

Este artigo foi escrito por Bob Herbert, colunista do “New York Times” e reproduzido na “Folha de São Paulo” do dia 21 de julho de 2010. Estou reproduzindo aqui pois achei muito bom e tem a ver com muitas das coisas que tenho escrito por aqui.

Tente beijar mais e tuitar menos

Eu estava indo de Washington para Nova York quando um carro colou atrás de mim – voando. Eu vi pelo retrovisor que a motorista falava no celular. Dias depois, eu conversava com um cara que costuma ir de Nova York a Nova Jersey. Ele apoia seu laptop na frente do carro para assistir DVDs enquanto dirige. “Eu só faço isso no trânsito. Não tem problema”, diz.
Além das questões óbvias de segurança, por que alguém quer ou precisa falar ao telefone ou assistir a filmes enquanto dirige? Odeio soar como se fosse do século passado, mas qual o problema em só ouvir rádio? As maravilhas da tecnologia estão nos engolindo. Não as controlamos; elas nos controlam.
Nós temos celulares, Blackberrys, Kindles e iPads, e estamos mandando e-mails e mensagens de textos, batendo papo e tuitando. Tudo isso é parte do que eu acho ser um dos aspectos mais esquisitos da nossa cultura: o ritmo frenético que exige que façamos, no mínimo, duas ou três coisas a todo momento desde que acordamos. Por que ser multifuncional é considerado um talento?
Poderíamos facilmente achar que isso é uma inabilidade neurótica que nos impede de nos concentrarmos por mais de três segundos. Chega desse comportamento hiperativo, dessa tecnotirania e desse ritmo frenético que não para. Precisamos desacelerar e respirar. Não me oponho aos excepcionais avanços dos últimos anos. Não quero voltar para a máquina de escrever e ao papel carbono. Só acho que deveríamos tratar a tecnologia como qualquer outra ferramenta. Deveríamos controlá-la, moldando-a aos nossos propósitos.
Vamos deixar um pouco de lado nossos gadgets e passar o tempo sendo nós mesmos. Um dos problemas da nossa sociedade é que temos uma tendência, em meio a toda loucura que nos cerca, de perder de vista o que é verdadeiramente humano em nós – aquelas coisas bem especiais, a maior parte não material, que nos preenchem, dão sentido às nossas vidas, nos engrandecem e que nos permitem abraçar mais facilmente aqueles a nossa volta.
Há um personagem em uma peça de August Wilson que diz que todo mundo tem uma canção dentro de si e que você corre risco de perder essa canção. Se você perde o contato e esquece como cantá-la, você está sujeito a ficar frustrado e insatisfeito.
Não acho que ficamos em contato com nossas canções ao tuitar ou digitar mensagens em nossos Blackberrys ou acumular amigos no Facebook. Precisamos reduzir os limites de velocidade de nossas vidas e saborear a viagem. Deixe o celular em casa de vez em quando. Tente beijar mais e tuitar menos. E pare de falar tanto. Ouça.
As outras pessoas também têm o que dizer. Quando elas não dizem, aquele silêncio glorioso dirá mais do que você jamais imaginou. Isso é quando você começará a ouvir a sua canção. Isso é quando os seus melhores pensamentos aparecerão, e você realmente será você.”

Eu concordo que essa mania de sermos multifuncionais e de estarmos ligados a tudo a todo tempo é inimiga da concentração. Já escrevi aqui sobre alunos que ficam a aula toda ligados nas mensagens do celular e até trocando mensagens com amigos. Há casos de alunos que saem da sala para atender ao telefone.

E quando você está estudando e para várias vezes para ler e-mails, checar o facebook, o twitter ou o msn? Tudo isso prejudica o seu aprendizado de inglês. Como você vai aprender se a sua mente não está inteira no processo? Por isso é importante aprender a se desligar um pouco.

Assim como o autor do artigo, eu adoro a tecnologia – uso na vida e nas minhas aulas e até para escrever e divulgar este blog! Nós não somos contra a tecnologia. Apenas não podemos ficar ligados o tempo todo.

Experimente se desligar um pouco. Dedique um tempo só para você, para você aprender e curtir o seu inglês – e outras coisas também!

Até mais,

Carlos

About these ads

2 Respostas to “Dica 96 – Aprenda a se concentrar e se desligar do mundo”

  1. Tatiana Sato Says:

    Carlos,

    Esse foi um dos melhores textos que eu li nesse ano. Honestamente!
    Ótimo!!! Isso (concentração e foco em atividades) é algo que eu tenho trabalhado em mim desde o começo desse ano, no mínimo!

    I couldn’t agree more! And I couldn’t have written it better!

    Xoxo,

  2. Beatriz Soares Dos Santos Says:

    Cada palavra foi escrita de maneira inteligente e sábia. Eu li de maneira esplêndida. Apesar deu estar em uma fase que a tal tecnologia tem se tornado primordial na vida do ser humano, acredito que nossos pais e avós foram mais felizes que esta geração.
    Pessoas acostumadas com tudo ao seu alcance dão espaço para um mundo de comodismo e insastifação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.487 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: