Dica 387 – Seja uma pessoa diferente

Eu estou relendo o livro “Psychology for Language Teachers”, de Marion Williams e Robert L. Burden (que já li há algum tempo) e mais uma vez me chamou a atenção algo muito interessante sobre a identidade da pessoa e a relação com a língua que ela fala. A nossa identidade é muito relacionada com a nossa língua. Mesmo sem percebermos, a língua influencia a nossa maneira de ser.

Aprender uma língua estrangeira é muito diferente de aprender outras matérias, principalmente por causa da natureza social do ato de aprender. A língua pertence ao seu “ser social” e ela é usada para comunicar a sua identidade para outras pessoas. Por isso, aprender uma língua envolve muito mais do que aprender regras ou adquirir habilidades. Envolve uma alteração da auto-imagem, a adoção de novos comportamentos sociais e culturais e maneiras de ser, e por isso, tem um impacto significativo na natureza social do estudante. E isso é muito importante levarmos em conta ao aprendermos a falar inglês.

Ao contrário de outras matérias ensinadas na escola, aprender uma língua envolve a aquisição de comportamentos característicos de uma outra comunidade. Por isso, o sucesso em aprender uma língua estrangeira vai ser influenciado pela sua atitude em relação à comunidade dos falantes daquela língua.  Quanto mais a pessoa que estiver aprendendo se identificar com a cultura  dos falantes daquela língua, melhor ele irá aprender.

Eu sou gaúcho e quando eu vim morar em São Paulo, há quase 37 anos, o meu sotaque gaúcho e as palavras diferentes que eu falava eram muito importantes para mim. Eu não queria perder o sotaque de jeito nenhum, nem queria deixar de falar “tu”, pois parecia que eu estaria perdendo a minha identidade. Um dia, no entanto, me caiu a ficha de que no inglês eu me esforçava tanto em falar como os nativos e por que não fazia o mesmo com o português já que eu morava em São Paulo há tanto tempo?

Hoje eu falo os dois “tipos” de português, o gaúcho e o paulista. Quando estou falando com os paulistas, inclusive minha mulher e meus filhos falo “você”.  Quando falo com as minha mãe e os meus irmãos – que também moram em São Paulo – automaticamente falo “tu” sem nem ter que pensar. E num ambiente onde estão todos misturados eu falo com cada pessoa de um jeito, sem planejar, sem pensar, sem confundir.

Uma outra coisa muito curiosa que acontece comigo é que há certas pessoas que eu conheci falando inglês. Com essas pessoas eu não consigo falar português – parece que não é natural. A minha antiga chefe e hoje amiga, Lúcia Aragão, é uma delas. Durante anos só falei com ela em inglês. Ela tinha sido minha professora antes de ser chefe, e só falávamos em inglês. Hoje em dia, quando a encontro não consigo falar português. Não me sinto confortável.

A mesma coisa acontece com meus alunos. Eles nunca me ouvem falando português e se nos escontramos na rua, no shopping ou até na praia, a conversa vem em inglês. Há alguns meses encontrei um ex-aluno que não via há muitos anos e falei em português e ele se espantou, dizendo que nunca tinha me ouvido falar em português.

Muita gente não fala tão bem inglês justamente pelo receio – às vezes inconsciente – de perder a sua própria identidade. Mas eu acredito que você não perde a sua identidade. Você apenas soma mais uma identidade à sua. Quando você está falando português você é você mesmo, como você já está acostumado. Quando você está falando inglês você é essa outra pessoa. Junto com a língua, você usa a sua nova identidade cultural, que faz com que você fale inglês melhor ainda.

Há pessoas que veem os nativos, a maneira como falam e se comportam, e os criticam, e isso os afasta de falar inglês melhor. Ao tentarmos não julgar quando estivermos falando inglês o resultado será melhor ainda.

Até a próxima,

Carlos

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.508 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: