Dica 555 – Não sofra por não conhecer palavras

O editorial da Folha de São Paulo de hoje começa assim:

Açodamento para realizar plebiscito impede debates que a consulta deveria suscitar e traz risco de reforma política apenas piorar sistema atual.”

Eu não sei o que significa açodamento. Você sabe? Pelo contexto, deduzo que seja alguma coisa como pressa, já que o governo parece estar com pressa em fazer o plebiscito. Você sabe o que é suscitar? Essa eu sei, embora não seja uma palavra tão comum no dia a dia.

Mais abaixo, no mesmo editorial, há a seguinte frase:

Dizer que pelo menos o segundo desses benefícios seria perdido com um plebiscito feito de afogadilho é mero truísmo.

Você sabe o que significam afogadilho e truísmo? Eu não sei. Até o meu corretor de textos do computador acaba de sublinhar essas palavras, achando que devo ter escrito errado e não existem. Ou seja, nem o corretor de textos as conhece.

Pelo contexto, concluo que afogadilho deve também se referir à pressa em realizar o plebiscito.  Já truísmo não consigo descobrir pelo contexto. Mas tudo bem, isso não me impede de ler o editorial e saber que eles estão falando sobre os problemas de o governo ter pressa em realizar o plebiscito. Afinal, a gente lê o jornal para saber as notícias.

Quando estamos lendo um texto em português e não entendemos uma palavra ou mais, dizemos para nós mesmos: “Eu não entendo essas palavras”. No entanto, quando estamos lendo um texto e inglês e não entendemos algumas palavras já começamos a sofrer. Dizemos para nós mesmos: “Eu não sei inglês. O meu inglês é ruim. Eu estudo há tanto tempo e ainda não entendo inglês.” Por que cobramos tanto de nós mesmos?

Entender uma língua não significa entender todas as palavras dela. Se nem na nossa própria língua sabemos todas as palavras, o que dizer de uma língua estrangeira? Mas o que importa é a sua atitude em relação a isso. Se em português achamos natural não entender uma palavra, por que não fazemos o mesmo com o inglês? Por que sofremos tanto e nos culpamos tanto por isso?

Muitas pessoas “travam” quando estão lendo um texto e não conhecem uma palavra. Parece que sem aquela palavra não vai dar para entender o texto. Mas isso não é verdade. Você pode chegar até o fim do texto e entender toda a mensagem mesmo sem ter entendido algumas palavras. Claro que tudo depende do nível de complexidade do texto e do assunto. Se eu ler um texto sobre medicina com um monte de vocabulário técnico, nomes de doenças e procedimentos médicos,  eu não vou entender quase nada em língua nenhuma, nem em português.Em compensação, um médico que tenha um inglês muito ruim consegue entender um texto técnico em inglês, porque ele já conhece bem o vocabulário da sua área.

Eu não estou dizendo que não devemos nos preocupar com o vocabulário. Claro que devemos! Devemos sempre tentar ampliar o nosso vocabulário. Ter um vocabulário mais amplo mostra um domínio maior do idioma. Aprender palavras novas e saber como usá-las é muito importante. É algo que você deve fazer para sempre. Lembre-se de que a língua é viva e sempre aparecem palavras novas. O que estou dizendo é que você não deve sofrer quando não souber algo. Aprenda a relaxar e vai ver que a sua compreensão é boa, mesmo sem entender 100 % das palavras.

Nós não lemos um texto para aprender vocabulário. Nós lemos um texto para obtermos uma informação. Depois de lido, mais tarde, se você quiser, você pode ler o texto novamente, sublinhar as palavras que não conhece e procurar o seu significado. A partir daí você pode fazer todo o trabalho de realmente aprender o vocabulário: procurar exemplos com as palavras e tentar usá-las em vários contextos. Só usando a palavra é que realmente vamos aprendê-la e lembrar dela quando precisarmos falar.

Será que ao terminar de ler esta dica você vai procurar no dicionário o que significam açodamento, suscitar, afogadilho e truísmo? Isso fica a cargo da sua curiosidade. Pensando bem, quantas vezes na sua vida você acha que vai usar a palavra açodamento?

Até a próxima,

Carlos

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

3 Respostas to “Dica 555 – Não sofra por não conhecer palavras”

  1. TeacherMarli Says:

    Muito animador esse texto. A prática da leitura tanto na língua nativa quanto em outra língua possibilita uma interpretação epistemógica mais coesiva. Amei.

  2. migonzalez Says:

    Gostei muito do texto, Carlos. Você tirou um peso das minhas costas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: