Posts Tagged ‘abril’

Dica 606 – Meu desejo para o ano novo: que você fracasse!

dezembro 30, 2014

Se você quer chegar ao topo, o primeiro passo é aprender a falhar.”

Li essa frase numa matéria da revista Você S/A intitulada Fracasse Melhor. A matéria cita a jornalista americana Megan McArdle, colunista do site Bloomberg. Megan explica como errar pode levar ao sucesso.

Como eu já falei várias vezes aqui e nos meus livros, muita gente tem medo do fracasso, pois se sente um derrotado por ter errado. Eu vejo alunos que ao cometerem um erro no inglês ficam vermelhos, abaixam a cabeça de vergonha e querer sumir. No entanto, para alcançar o sucesso é necessário correr riscos e experimentar ideias. Isso vai fazer você errar, mas é muito positivo, pois depois de muitos erros, o acerto vai chegar.

Segundo Megan McArdle, que escreveu o livro The Up Side of Down, “o mais importante é reconhecer que erramos. Em vez de admitir que algo deu errado, as pessoas negam o fracasso a qualquer custo. Essa atitude faz com que a gente se sinta melhor, mas por pouco tempo. No longo prazo, isso transforma um erro que seria simples (se corrigido a tempo) em uma catástrofe.”

As pessoas consideradas audaciosas correm muito mais riscos e por isso erram mais. Porém acabam sendo muito melhores sucedidas. Se você errar não significa que você é um fracassado. Significa que voce errou, vai aprender com os seus erros e vai seguir em frente – como a maioria dos grandes nomes da história. E isso é muito positivo. Por isso, precisamos valorizar as pessoas que erram. Erre sem medo!

Na matéria da Você S/A Megan ainda diz que “você tem que se convencer que o fracasso é sempre uma possibilidade.” Esteja pronto para ele, assuma sua falha e dê a volta por cima. Como ela afirma, “os únicos que fracassam miseravelmente são os que ficam presos aos erros do passado e não enxergam as possibilidades futuras.”

Ninguém nasce falando língua nenhuma. Até para aprender a sua própria língua você falou muita coisa errada até aprender a falar direito. Hoje mesmo, aminha amiga Viviane Kirmeliene publicou no facebook que a sua filha Catarina disse que depois do número dezenove vinha o dezedez. Todo mundo que leu este post achou uma gracinha. Ninguém criticou a menina por ter errado. Ela simplesmente está experimentando com a língua e tentando descobrir como ela funciona. E o mesmo acontece quando você está aprendendo inglês.

Se você não está falhando muito, é porque não está arricando muito e como consequência, também não está aprendendo muito. Como diz a matéria da da Você S/A, o caminho que leva ao sucesso é o mesmo que leva ao fracasso. Não tenha medo dele.

É por isso que, neste final de ano, eu desejo que você erre bastante durante a sua vida. Não tenha medo de errar. Fale inglês mesmo que não tenha certeza. Experimente e brinque com a língua. Se você estuda em algum curso e for corrigido pelo seu professor, tente novamente, mesmo que erre muitas vezes, pois uma hora você chega lá.

Se estiver falando com alguém e esse alguém corrigir você, faça a mesma coisa. Não se deixe intimidar pelo erro. Tente descobrir o que errou, porque errou, e tente outra vez. Mesmo que leve um tempo, você vai aprender.

Continue sempre em frente no seu aprendizado de inglês. De fracasso em fracasso você chega ao sucesso. Não fuja do fracasso, pois ele é o seu degrau para a conseguir acertar.

Feliz Ano Novo e até a próxima,

Carlos

 

Anúncios

Dica 583 – Matéria da revista Viva Mais!

janeiro 21, 2014

Como eu já falei eu outro post, no começo do ano todo mundo resolve mudar a vida e uma das coisas é a decisão de aprender inglês. Por esse motivo, fui entrevistado pela revista Viva Mais!, dando algumas dicas de como aprender inglês.

Na matéria eu falei sobre o meu livro “101 Dicas Para Você Aprender Inglês Com Sucesso” e dei algumas dicas rápidas para isso. A jornalista que me entrevistou queria as 10 dicas mais importantes do livro, mas eu acho que isso não existe – todas as dicas são importantes e algumas funcionam para algumas pessoas e outras não. Por isso é sempre importante experimentar de tudo e aí escolher o que funciona melhor para você. Talvez cada pessoa que aprendeu inglês possa ter as 10 dicas mais importantes para ela.

Aí está a matéria, publicada na edição 747, que tem data na capa de 24 de janeiro de 2014:

2014-01-24 - Viva Mais - 1

Até a próxima,

Carlos

Dica 540 – Adeus, este é o último post do meu blog!

abril 1, 2013

Calma, meu querido leitor!

Hoje é primeiro de abril! Conhecido em alguns lugares do Brasil como “Dia da Mentira” em em outros como “Dia dos Bobos”, é o dia de pregar peças nas pessoas. Aproveite, que hoje você pode mentir a vontade. Mas lembre-se de que devem ser mentirinhas leves, que não façam mal a ninguém.

Em inglês o dia primeiro de abril é chamado “April Fools’ Day”. E é comemorado da mesma maneira que no Brasil, mas é divertido também você conhecer em inglês.

Há vários filmes e vídeos no youtube sobre o “April Fools’ Day”. Alguns não são muito legais, mostrando peças horríveis que as pessoas pregaram nos amigos, mas há bastante coisa divertida e interessante.

Para não deixar a data passar em branco, aí vai uma música sobre o  “April Fools’ Day” para você cantar, se divertir e praticar o seu inglês. Abaixo do vídeo vai a letra para você cantar junto

Jack and Jill come out to play
School is cancelled for today
And when they get there I will say
April Fools’!

Hey look down, I’ll tell you why
Can’t you see your shoe’s untied?
Now you’ve seen my silly side
April Fools’!

April Fools’, April Fools’
All in fun for me and you
April Fools’, April Fools’
Never mean or cruel

Hey look up, look over there
An elephant’s flying through the air
I made you look, I made you stare
April Fools’!

There’s a fish on the back of you
I hope it isn’t stuck with glue
The giggles and laughs should give you a clue
April Fools’!

April Fools’, April Fools’
All in fun for me and you
April Fools’, April Fools’
Never mean or cruel

So when the first of April comes
Remember to laugh with everyone
And try to keep it all in fun

Hey look down, your shoe’s untied
Now you’ve seen my silly side

An elephant’s flying through the air

I made you look, I made you stare
There’s a fish on the back of you
The giggles and laughs should give you a clue

On April Fools’!

Até a próxima (ou será que isso também é mentira?),

Carlos

Dica 468 – Aprender inglês também é uma questão de fibra

maio 27, 2012

Aprender inglês é como aprender qualquer outra coisa. O que você faz para ter sucesso pode ser aplicado a outras áreas da sua vida, e vice-versa. Por isso sempre é bom pensar nas coisas que você consegue ou já conseguiu fazer bem, e tentar aplicar os mesmos princípios ao estudo de inglês.

Numa matéria da revista Você S/A, Amanda Kamnchek escreve que “resiliência é a capacidade de resistir às adversidades e reagir diante de uma nova situação. Um profissional pode precisar dela tanto para encarar a pressão e a competição do mercado quanto para atravessar momentos difíceis, como crises econômicas e acidentes.

Embora a matéria seja sobre o mercado de trabalho, podemos pensar nisso também para o estudo de inglês. Para aprender você precisa de resiliência. O estudo também tem seus altos e baixos, momentos difíceis e crises. Tem horas que a gente se enche e quer jogar tudo para o alto. Mas se desistirmos, nunca vamos aprender. Aí é que entra a resiliência. Temos que resistir às dificuldades e enfrentar os problemas.

A boa notícia que a matéria nos dá é que resiliência é uma competência que pode ser aprendida. Você pode desenvolvê-la em qualquer estado da sua vida. E há vários fatores importantes para desenvolver a sua resiliência, como autoeficácia, solução de problemas, tenacidade, otimismo e outros. Vejam no link abaixo a íntegra do artigo que foi publicado na Você S/A.

http://www.methodus.com.br/artigos_carreira/102/resiliencia-uma-questao-de-fibra.html

E você? Como anda a sua resiliência? Você consegue persistir e aguentar as dificuldades? Tem crença na sua capacidade de aprender? Gosta de desafios, pois eles fazem com que aprenda mais? E como você pode fazer para mudar?

Pense nisso e lembre-se de que aprender inglês depende fundamentalmente da sua atitude. E essa atitude pode mudar. Basta você querer e se esforçar para isso.

Até mais,

Carlos

Dica 459 – O fracasso não é uma coisa negativa

maio 3, 2012

Na matéria da revista “Você S/A” que eu citei recentemente há uma referência ao erro, dizendo que o fracasso tem um componente negativo muito forte na nossa cultura. No entanto, uma das maneiras mais importantes de consolidar o conhecimento é aprender com os erros. Segundo a professora Amy Edmondson da Harvard Business School, “a maioria das pessoas não sabe como lidar com o fracasso. Elas ficam frustradas, perdem tempo pensando no que significa o fracasso, e não no que podem aprender com a experiência.” A matéria da revista diz que uma parte do problema é que as pessoas estão mais preocupadas com o que irão dizer a respeito delas. E aí a pessoa tenta esconder o erro ao invés de aprender com ele. Como a pessoa evita entender o erro, acaba cometendo o mesmo erro novamente. Ainda de acordo a professora de Harvard, “você não pode criar nada novo sem antes tentar. Além disso, é preciso aceitar que muitas dessas tentativas irão fracassar.” Ou seja, fracassar é absolutamente normal e não há nada de ruim nisso.

Uma das minhas partes favoritas dessa matéria é o que diz a professora Carol Dweck, PhD em psicologia da Univeridade Stanford: “O erro contém a pista para a melhor maneira de agir da próxima vez.” Ela ainda diz que o importante é não transformar o erro numa tragédia. “Ele é apenas um lembrete de que você é um ser inacabado.”

É isso mesmo. Somos todos seres inacabados. Você nunca vai parar de errar. Por mais que você saiba inglês sempre haverá coisas novas para aprender, e aprender é sempre um processo de tentativa e erro. E mesmo quando você já aprendeu, às vezes comete erros. A gente esquece, se atrapalha, se confunde e isso é super normal.

Para aprendermos mais e com mais eficiência, precisamos mudar a nossa atitude em relação ao erro. Fracassar é uma coisa boa, pois é um sinal de que você está tentando. O que você precisa fazer é admitir os seus erros e aprender estratégias para superar os problemas. Tem que admitir o fracasso e encará-lo como um momento de superação e também de aprendizagem.

Quando estiver estudando inglês – ou qualquer outra coisa – não tenha medo de errar. Se errar – ou fracassar – lembre-se de que está um pouco mais perto do acerto. Reflita sobre o seu erro. Pense em como chegou lá e quais serão os caminhos para acertar. Isso é importantíssimo para você aprender mais e melhor.

Até a próxima,

Carlos