Posts Tagged ‘diversao’

Dica 614 – Use o Waze em inglês

abril 5, 2015

Para quem ainda não conhece o Waze, fique sabendo que ele é um aplicativo gratuito de trânsito e GPS que utiliza dados e alertas de tráfego em tempo real. Ele pode melhorar muito o seu trajeto de todos os dias.  Eu demorei um pouco até começar a usá-lo, pois estava acostumado ao meu GPS, e não queria abandoná-lo. Mas com o Waze realmente você ganha muito tempo. Para quem mora em São Paulo, como eu, ganhar tempo no trânsito é muita melhora na qualidade de vida.

Mas o que está me divertindo mais do que tudo é ouvir o Waze falar inglês. Você pode escolher a lingua que ele fala e escolher a opção de ele dizer o nome das ruas. Experimente! É uma boa maneira de você treinar o seu inglês enquanto está no carro. Se pensar no tempo em que fica no trânsito todos os dias, vai ver que dá para aproveitar bem.

Mesmo que você já saiba o caminho por onde vai, vale a pena ligar o Waze em inglês. Você vai ouvir as expressões que dão as direções, as distâncias, os problemas que encontra pelo caminho, e aos poucos vai lembrar de todas elas. Você pode até ir repetindo tudo o que ele diz, e ir treinando a parte oral.

Se escolher a opção de ele falar os nomes das ruas em inglês, vai dar muitas gargalhadas. Mas além disso, é um bom exercício de pronúncia. Ele fala os nomes das ruas em português como se fossem inglês. Isso vai ajudando você a descobrir um pouco mais sobre a pronúncia do inglês. Quando você for ler alguma coisa em inglês, isso vai te ajudar também. Você vai internalizando alguns sons do inglês e vai brincando com as palavras.

Em inglês a pronúncia não segue padrões rígidos. Há muita variação na pronúncia e mesmo os nativos muitas vezes não sabem pronunciar palavras novas que eles não conhecem. Mas essa brincadeira ajuda você a trabalhar os sons da língua inglesa. Por exemplo, se você prestar atenção à forma que ele pronúncia o nome “Av. Paulista”, quando enxergar palavras como “because”, “cautious”, “daughter” vai saber como pronunciar.

Quando o Waze for falando os nomes das ruas, repita os nomes algumas vezes. Faça isso como uma brincadeira, e até o tempo gasto no trânsito vai parecer menor. Isso não tem nada a ver com aprender vocabulário, já que as palavras em português não significam nada em inglês. É apenas uma brincadeira com os sons.

Como eu já disse antes, algumas ideias que podem parecer estranhas, podem nos ajudar muito a aprender e melhorar o nosso inglês. Nunca diga que não funciona sem tentar antes.

Depois escreva para mim, me contando como foi a experiência.

Até a próxima,

Carlos

Anúncios

Dica 613 – Jogue “Heads Up”

março 27, 2015

Eu descobri essa dica há poucos dias e estou me divertindo muito com ela. É um aplicativo que você pode baixar gratuitamente no seu celular ou tablet, chamado “Heads Up”.

O aplicativo foi desenvolvido pela apresentadora americana Ellen Degeneris. É um jogo muito bacana, que além de garantir muita diversão ajuda muito a praticar o inglês. Você joga com um parceiro, que pode ser um amigo ou até um colega de aula de inglês. Um dos participantes coloca o celular ou tablet na testa, de modo que só o parceiro possa ver o que aparece. Na tela aparecem palavras e o parceiro precisa descrevê-las para o outro jogador adivinhar. Enquanto o tempo passa, você pode adivinhar várias palavras. Quanto mais palavras você acertar, mais pontos você ganha. Existem várias categorias para você escolher, que incluem pessoas famosas, animais, coisas de criança, e muito mais. Quando você acerta, inclina o celular ou tablet para baixo e outra palavra aparece. Quando você não sabe e quer passar, inclina o celular ou tablet para cima e a palavra muda.

Veja alguns vídeos onde Ellen Degeneris brinca com convidados do seu programa.

 

 

 

 

 

Não acha divertido? Bom, eu tenho jogado em casa e também com meus alunos e estou adorando. É um jogo legal, onde você pode aprender e revisar bastante vocabulário, alem de praticar como descrever as palavras, que é uma habilidade muito importante ao se falar uma língua.

Então, aproveite! Baixe o aplicativo, divirta-se e pratique bastante o seu inglês!

Até a próxima,

Carlos

Dica 609 – Pare de querer se divertir!

fevereiro 12, 2015

Hoje em dia eu sinto que as pessoas só querem saber de se divertir. Ninguém pode ter um momento chato na vida. Tudo tem que ser agradável e divertido do começo ao fim.

A aula de inglês tem que ser como um circo. O aluno precisa estar dando risada e se sentindo feliz o tempo inteiro. Ai do professor que der uma atividade que os alunos achem chata… Está fadado a ouvir reclamações por todos os lados.

Eu não sou contra a diversão. Eu também gosto que os meus alunos se divirtam… um pouco. Mas para se aprender alguma coisa, tem também que se passar por uma parte chata. Nada é apenas diversão. Uma aula minha tem muita coisa que não é só diversão. Afinal, para o aluno aprender, precisa se esforçar um pouco também.

Vamos esquecer um pouco da aula de inglês. Vamos pensar em outras coisas. Uma academia de ginástica, por exemplo. Você vê o pessoal levantando peso, empurrando máquinas pesadas com as pernas, fazendo abdominais, etc, e ninguém está sorrrindo. A maioria faz cara de sofrimento enquanto faz esforço. Se você parar e ficar observando é até engraçado ver as caretas que fazem. Quando acabam de fazer o exercício, porém, muitos vão até o espelho e ficam observando os músculos se definindo, e é aí que eles sorriem. É aí que o momento de prazer aparece – ao ver o resultado do esforço. Tem até gente que passa mais tempo se olhando no espelho do que fazendo os exercícios…

Uma bailarina que ensaia horas e horas por dia sente dores horríveis no corpo todo. Os dedos do pé ficam destruídos. Ela sofre durante os ensaios. Mas ao se apresentar no palco, na frente de uma platéia, é uma alegria só… no final, quando recebe os aplausos.

Um escritor sofre para escrever o seu livro. É claro que ele tem uma ideia na cabeça, mas muitas vezes fica horas e horas sentado na frente do computador e não sai nada. Ele se desespera, acha que perdeu a capacidade de escrever, escreve muita coisa e depois apaga, tem vontade de jogar tudo para o ar… Mas depois de o livro pronto e publicado, ele fica feliz com o resultado.

Um cozinheiro precisa descascar batatas, picar cebolas, lavar as verduras, e tudo isso é muito chato. Ele fica cheirando mal, os olhos ardem, fica horas em pé na cozinha, mas quando serve um prato e as pessoas elogiam a sua comida… que prazer ele sente! Tudo vale a pena.

Ensaiar uma peça de teatro dá um trabalho enorme. Os atores tem que passar um tempão decorando o seu texto e isso é chato às vezes. Ficar ensaiando e repetindo a cena centenas de vezes – por mais que se goste do que faz – é cansativo. Isso sem falar em ter que aguentar um diretor exigente que às vezes fica bravo, grita e reclama. Eu já fui diretor de teatro e sempre dizia aos atores no final da cena: “Ficou bom, mas pode ser melhor. Vamos tentar mais uma vez.” Mas no final de tudo, apresentar a peça e receber os aplausos da platéia, ou ouvir o riso, o choro e todas as reações do público é maravilhoso. Todo o esforço é compensado.

Aprender inglês também é assim, gente! Tem que esforçar, passar por momentos difíceis, sofrer um pouco, para chegar ao resultado final.  Quando você aprende uma estrutura nova, é difícil conseguir falar uma frase completa corretamente e numa velocidade natural. A gente fala devagar, procurando as palavras e pensando muito no que vai dizer. Mas não pode parar aí. Você tem que repetir a frase dezenas de vezes até conseguir falar a frase de uma maneira natural. Eu costumo dizer para os meus alunos: “OK, agora repita muitas vezes até conseguir falar como uma pessoa normal!”

Não dá tempo de o aluno repetir a mesma frase dezenas de vezes numa sala de aula. E além disso, cada pessoa é diferente. Um aluno pode conseguir depois de vinte repetições e outro pode precisar de trinta. Por isso esse trabalho deve ser feito por conta própria, em casa.

Tem aluno que reclama: “Mas é muito chato ficar repetindo muitas vezes a mesma frase!” É mesmo, mas no final de muitas e muitas repetições, quando você conseguir falar aquela frase corretamente no meio de uma conversa, aquilo será uma alegria. O momento de alegria e prazer virá depois do esforço feito.

Até aprender a cantar uma música dá trabalho – se você quer aprendê-la corretamente. Você precisa repetir muitas e muitas vezes até cantar corretamente. Eu mesmo, que já sei inglês, levo dias para decorar uma música nova. Fico cantando horas e horas seguidas, no meu carro, na cozinha, no banheiro, etc. Eu me divirto com isso, mas dá trabalho.

Eu tive o meu maior momento de prazer com o inglês muitos anos depois de ter começado a aprender a língua. Eu já era professor de inglês, inclusive. Acho que já contei essa história aqui, mas conto outra vez, pois professor adora repetir as coisas. Isso aconteceu quando fui a Nova Iorque e assisti pela primeira vez ao musical “Les Miserables“. Eu saí do teatro completamente emocionado, olhei para o céu e agradeci a Deus por eu ter aprendido inglês, só para poder assistir e entender aquela peça. Todo o tempo que eu passei estudando e as horas de prática e exercícios, e os dias decorando os verbos no passado, tudo foi recompensado pelo prazer de assitir ao Les Miserables“. O prazer e a  diversão que senti naquele momento fez tudo valer a pena.

O prazer e a diversão não são sempre imediatos. Você precisa se esforçar muito e passar por alguns momentos chatos para poder chegar lá. Tem até aquela música da Britney Spears que diz que se você quer ter um corpo maravilhoso, se quer ter uma mansão com piscina, um carro maravilhoso na garagem… tem que trabalhar! É isso aí!

Por isso, pare de achar que tudo na aula de inglês tem que ser só diversão. Faça a parte chata com vontade. Esforce-se! Você vai aprender bastante, vai melhorar muito o seu inglês e depois vai se divertir muito com ele.

Até a proxima,

Carlos

 

Dica 549 – Saiu o livro “Aprenda Inglês Cantando e Aprenda a Cantar em Inglês”

maio 10, 2013

É com  muito prazer que anuncio o lançamento do meu novo livro “Aprenda Inglês Cantando e  Aprenda a Cantar em Inglês”.

Eu recebo muitas perguntas sobre dicas de como aprender inglês com músicas e até perguntas de pessoas que não querem necessariamente aprender inglês, mas que querem aprender a cantar bem em inglês. Daí surgiu a ideia desse livro que tem muitas dicas que servem para todos.

Além de sugerir algumas músicas ótimas para se aprender inglês, o livro ensina como você pode achar músicas de que você goste e que ajudem você a aprender inglês. Música é um gosto muito pessoal, e você não precisa necessariamente gostar das músicas que eu gosto. Você pode montar o seu próprio repertório musical, se divertir e aprender inglês. O livro ensina como fazer isso.

Além das dicas de músicas, há dicas de como pronunciar as palavras corretamente em inglês, pois as músicas podem ajudar – e muito – a melhorar a sua pronúncia. A minha co-autora, Cris Gontow, tem muita experiência na área de pronúncia e selecionou muitos exemplos de músicas para trabalhar aspectos diferentes da pronúncia em inglês.

O livro estará em breve em todas as livrarias, mas você já pode comprá-lo no site da DISAL, que está fazendo uma grande promoção de lançamento, com um super desconto. E se você comprar, o livro é entregue na sua casa. Veja no link abaixo:

http://www.disal.com.br/produtos/servidor/439/index.html

Espero que você goste do livro, se divirta, aprenda inglês e solte a voz!

Capa do Livro Novo 1

Até mais,

Carlos

Dica 469 – Mais trava-línguas em inglês

maio 28, 2012

Depois da última dica sobre trava-línguas, achei mais alguns videos com trava-línguas divertidos para você tentar. Como você pode ver, até nativos têm dificuldade para dizê-los, mas divertem-se com isso. Nós também gostamos de dizer trava-línguas em português e encaramos isso como uma brincadeira. Fazendo em inglês temos oportunidade de brincar e de trabalhar as articulações dos sons. Pode parecer que estamos falando um monte de coisas sem sentido, mas todas as frases têm sentido e brincam com os diferentes sons. E isso nos faz prestar mais atenção às diferenças entre esses sons. Portanto, são ótimos para trabalharmos a pronúncia em inglês.

Aqui estão alguns deles:

SOLDIER, SHOULDER:

“Soldier, Shoulder”

I WISH TO WISH:

“I wish to wish the wish you wish to wish, but if you wish the wish the witch wishes, I won’t wish the wish you wish to wish.”

CRAM SPAM:

“How can a clam cram spam in a clean cream can?”

THICK SOCKS:

“Seth at Salisbury’s sells thick socks.”

TOMMY, TOMMY:

” Tommy, Tommy, toiling in the tailor’s shop
All day long he fits and tucks
All day long he tucks and fits
And he fits and tucks, and tucks and fits
And he fits and tucks, and tucks and fits
Tommy, Tommy, toiling in the tailor’s shop”

Há muito mais disponível por aí. É só você procurar!

Até a próxima,

Carlos