Posts Tagged ‘divertir’

Dica 609 – Pare de querer se divertir!

fevereiro 12, 2015

Hoje em dia eu sinto que as pessoas só querem saber de se divertir. Ninguém pode ter um momento chato na vida. Tudo tem que ser agradável e divertido do começo ao fim.

A aula de inglês tem que ser como um circo. O aluno precisa estar dando risada e se sentindo feliz o tempo inteiro. Ai do professor que der uma atividade que os alunos achem chata… Está fadado a ouvir reclamações por todos os lados.

Eu não sou contra a diversão. Eu também gosto que os meus alunos se divirtam… um pouco. Mas para se aprender alguma coisa, tem também que se passar por uma parte chata. Nada é apenas diversão. Uma aula minha tem muita coisa que não é só diversão. Afinal, para o aluno aprender, precisa se esforçar um pouco também.

Vamos esquecer um pouco da aula de inglês. Vamos pensar em outras coisas. Uma academia de ginástica, por exemplo. Você vê o pessoal levantando peso, empurrando máquinas pesadas com as pernas, fazendo abdominais, etc, e ninguém está sorrrindo. A maioria faz cara de sofrimento enquanto faz esforço. Se você parar e ficar observando é até engraçado ver as caretas que fazem. Quando acabam de fazer o exercício, porém, muitos vão até o espelho e ficam observando os músculos se definindo, e é aí que eles sorriem. É aí que o momento de prazer aparece – ao ver o resultado do esforço. Tem até gente que passa mais tempo se olhando no espelho do que fazendo os exercícios…

Uma bailarina que ensaia horas e horas por dia sente dores horríveis no corpo todo. Os dedos do pé ficam destruídos. Ela sofre durante os ensaios. Mas ao se apresentar no palco, na frente de uma platéia, é uma alegria só… no final, quando recebe os aplausos.

Um escritor sofre para escrever o seu livro. É claro que ele tem uma ideia na cabeça, mas muitas vezes fica horas e horas sentado na frente do computador e não sai nada. Ele se desespera, acha que perdeu a capacidade de escrever, escreve muita coisa e depois apaga, tem vontade de jogar tudo para o ar… Mas depois de o livro pronto e publicado, ele fica feliz com o resultado.

Um cozinheiro precisa descascar batatas, picar cebolas, lavar as verduras, e tudo isso é muito chato. Ele fica cheirando mal, os olhos ardem, fica horas em pé na cozinha, mas quando serve um prato e as pessoas elogiam a sua comida… que prazer ele sente! Tudo vale a pena.

Ensaiar uma peça de teatro dá um trabalho enorme. Os atores tem que passar um tempão decorando o seu texto e isso é chato às vezes. Ficar ensaiando e repetindo a cena centenas de vezes – por mais que se goste do que faz – é cansativo. Isso sem falar em ter que aguentar um diretor exigente que às vezes fica bravo, grita e reclama. Eu já fui diretor de teatro e sempre dizia aos atores no final da cena: “Ficou bom, mas pode ser melhor. Vamos tentar mais uma vez.” Mas no final de tudo, apresentar a peça e receber os aplausos da platéia, ou ouvir o riso, o choro e todas as reações do público é maravilhoso. Todo o esforço é compensado.

Aprender inglês também é assim, gente! Tem que esforçar, passar por momentos difíceis, sofrer um pouco, para chegar ao resultado final.  Quando você aprende uma estrutura nova, é difícil conseguir falar uma frase completa corretamente e numa velocidade natural. A gente fala devagar, procurando as palavras e pensando muito no que vai dizer. Mas não pode parar aí. Você tem que repetir a frase dezenas de vezes até conseguir falar a frase de uma maneira natural. Eu costumo dizer para os meus alunos: “OK, agora repita muitas vezes até conseguir falar como uma pessoa normal!”

Não dá tempo de o aluno repetir a mesma frase dezenas de vezes numa sala de aula. E além disso, cada pessoa é diferente. Um aluno pode conseguir depois de vinte repetições e outro pode precisar de trinta. Por isso esse trabalho deve ser feito por conta própria, em casa.

Tem aluno que reclama: “Mas é muito chato ficar repetindo muitas vezes a mesma frase!” É mesmo, mas no final de muitas e muitas repetições, quando você conseguir falar aquela frase corretamente no meio de uma conversa, aquilo será uma alegria. O momento de alegria e prazer virá depois do esforço feito.

Até aprender a cantar uma música dá trabalho – se você quer aprendê-la corretamente. Você precisa repetir muitas e muitas vezes até cantar corretamente. Eu mesmo, que já sei inglês, levo dias para decorar uma música nova. Fico cantando horas e horas seguidas, no meu carro, na cozinha, no banheiro, etc. Eu me divirto com isso, mas dá trabalho.

Eu tive o meu maior momento de prazer com o inglês muitos anos depois de ter começado a aprender a língua. Eu já era professor de inglês, inclusive. Acho que já contei essa história aqui, mas conto outra vez, pois professor adora repetir as coisas. Isso aconteceu quando fui a Nova Iorque e assisti pela primeira vez ao musical “Les Miserables“. Eu saí do teatro completamente emocionado, olhei para o céu e agradeci a Deus por eu ter aprendido inglês, só para poder assistir e entender aquela peça. Todo o tempo que eu passei estudando e as horas de prática e exercícios, e os dias decorando os verbos no passado, tudo foi recompensado pelo prazer de assitir ao Les Miserables“. O prazer e a  diversão que senti naquele momento fez tudo valer a pena.

O prazer e a diversão não são sempre imediatos. Você precisa se esforçar muito e passar por alguns momentos chatos para poder chegar lá. Tem até aquela música da Britney Spears que diz que se você quer ter um corpo maravilhoso, se quer ter uma mansão com piscina, um carro maravilhoso na garagem… tem que trabalhar! É isso aí!

Por isso, pare de achar que tudo na aula de inglês tem que ser só diversão. Faça a parte chata com vontade. Esforce-se! Você vai aprender bastante, vai melhorar muito o seu inglês e depois vai se divertir muito com ele.

Até a proxima,

Carlos

 

Anúncios

Dica 607 – Brinque com as palavras

janeiro 8, 2015

Na nossa própria língua, nós costumamos brincar com as palavras. Às vezes usamos as palavras com duplo sentido, usamos palavras diferentes para expressar alguma coisa, e até inventamos palavras novas. Crianças aprendem a falar brincando com os sons e com as palavras. É muito natural fazer isso.

No entanto, às vezes nós levamos a língua estrangeira a sério demais. Ao brincarmos com as palavras achamos que estamos errando. Não precisa ser assim. Quando aprendemos inglês, também podemos fazer esse tipo de brincadeira. Isso é muito positivo e nos ajuda a aprender mais.

Quando eu era criança, eu falava em inglês e quando não sabia uma certa palavra, falava ela em português mas com um sotaque em inglês. Muitas vezes alguma daquelas palavras que eu “inventava” eram palavras em inglês messmo. Eu tive um aluno recentemente, de 7 anos de idade, que falava as palavras em português colocando o sufixo -ation no final. Por exemplo, dizia, sentation na cadeiration. Eu sempre dizia para ele que o sufixo -ation não transformava a palavra em inglês, mas um dia ele falou imagination e eu falei que aquilo era inglês. Ele acabava descobrindo algumas palavras que eram palavras de verdade.

Hoje, a minha aluna Maria Tereza me mandou o link desse vídeo muito bacana, publicado no site http://www.ted.com (Eu já escrevi um post sobre esse site). O video mostra Erin McKean  falando sobre a invenção de palavras novas. O vídeo se chama “Go ahead, make up new words” e pode ser achado no youtube também. Assista:

A invenção de palavras é muito comum na nossa língua nativa. É claro que é muito mais fácil inventar palavras na nossa língua do que na língua estrangeira. Mas nada dos impede de brincarmos e nos divertimos com a língua.

Até a próxima,

Carlos

 

 

Dica 500 – Assista ao Emmy Awards no dia 23 de setembro

setembro 22, 2012

Amanhã, dia 23 de setembro de 2012, domingo, acontece nos Estados Unidos a entrega do Emmy Awards 2012 aos melhores da televisão. A premiação será transmitida ao vivo pelo Warner Channel. A partir das 20 horas será transmitida a chegada dos convidados pelo tapete vermelho, e a partir das 21 horas começa o show, que neste ano será apresentado por Jimmy Kimmel.

O Emmy Awards (em sua 64a edição) é mais uma excelente oportunidade para você conferir os melhores programas da televisão americana, e também para você treinar o seu inglês. Com a opção de assistir ao programa no som original, você pode acompanhar as entrevistas, as piadas e os discursos de agradecimento sem ouvir a horrível tradução simultânea.

A chegada dos astros no tapete vermelha é divertida. Você ouve coisas engraçadas e você vê os apresentadores descrevendo as roupas das estrelas – uma ótima oportunidade de praticar o vocabulário relativo a roupas em inglês.

Eu, que sou um grande fã dos seriados americanos, adoro assistir ao show e torcer pelos meus atores e programas favoritos. E muitas vezes ouço falar de um show que eu não conhecia e a partir daí resolvo assistir – e às vezes acabo gostando.

Aqui está a lista dos indicados aos principais prêmios deste ano:

Melhor Atriz em Série Cômica:
Zooey Deschanel – New Girl
Lena Dunham – Girls
Edie Falco – Nurse Jackie
Amy Poehler – Parks and Recreation
Tina Fey – 30 Rock
Julia Louis-Dreyfuss – Veep
Melissa McCarthy – Mike & Molly

Melhor Ator em Série Cômica:
Larry David – Curb Your Enthusiasm
Jon Cryer – Two and a Half Men
Louis C.K. – Louie
Jim Parsons – The Big Bang Theory
Don Cheadle – House of Lies
Alec Baldwin – 30 Rock

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Cômica:
Maylim Bialik – The Big Bang Theory
Merritt Wever – Nurse Jackie
Julie Bowen – Modern Family
Kristen Wigg – Saturday Night Live
Sofia Vergara – Modern Family
Kathryn Joosten – Desperate Housewives

Melhor Ator Coadjuvante em Série Cômica:
Ed O’Neil – Modern Family
Jesse Tyler Ferguson – Modern Family
Ty Burrell – Modern Family
Eric Stonestreet – Modern Family
Bill Hader – Saturday Night Live
Max Greenfield – New Girl

Melhor Série Cômica:
“Curb Your Enthusiasm”
“Girls”
“30 Rock”
“Veep”
“Modern Family”
“The Big Bang Theory”

Melhor Atriz em Série Dramática:
Julianna Margulies – The Good Wife
Michelle Dockery – Downton Abbey
Elizabeth Moss – Mad Men
Kathy Bates – Harry’s Law
Claire Danes – Homeland
Glenn Close – Damages

Melhor Ator em Série Dramática:
Steve Buscemi – Boardwalk Empire
Michael C. Hall – Dexter
Bryan Cranston – Breakign Bad
Hugh Bonneville – Dowton Abbey
Jon Hamm – Mad Men
Damian Lewis – Homeland

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática:
Archie Panjabi – The Good Wife
Anna Gunn – Breaking Bad
Maggie Smith – Downton Abbey
Joanna Froggatt – Dowton Abbey
Christina Hendricks – Mad Men
Christine Baranski – The Good Wife

Melhor Ator Coadjuvante em Série Dramática:
Aaron Paul – Breaking Bad
Giancarlo Esposito – Breaking Bad
Brendan Coyle – Downton Abbey
Jim Carter – Downton Abbey
Jared Harris – Mad Men
Peter Dinklage – Game of Thrones

Melhor Série Dramática:
“Boardwalk Empire”
“Breaking Bad”
“Downton Abbey”
“Mad Men”
“Game of Thrones”
“Homeland”

Melhor Atriz Convidada em Série Cômica:
Dot-Marie Jones – Glee
Maya Rudolph – Saturday Night Live
Melissa McCarthy – Saturday Night Live
Elizabeth Banks – 30 Rock
Margaret Cho – 30 Rock
Kathy Bates – Two and a Half Men

Melhor Ator Convidado em Série Cômica:
Michael J. Fox – Curb Your Enthusiasm
Greg Kinnear – Modern Family
Bobby Cannavale – Nurse Jackie
Jimmy Fallon – Saturday Night Live
Will Arnett – 30 Rock
Jon Hamm – 30 Rock

Melhor Atriz Convidada em Série Dramática:
Martha Plimpton – The Good Wife
Loretta Devine – Grey’s Anatomy
Jean Smart – Harry’s Law
Julia Ormond – Mad Men
Joan Cusack – Shameless
Uma Thurman – Smash

Melhor Ator Convidado em Série Dramática:
Mark Margolis – Breaking Bad
Dylan Baker – The Good Wife
Michael J. Fox – The Good Wife
Jeremy Davies – Justified
Ben Feldman – Mad Men
Jason Ritter – Parenthood

Melhor Programa de Variedades, Comédia ou Musical:
“The Colbert Report”
“Real Time With Bill Maher”
“Saturday Night Live”
“Jimmy Kimmel Live”
“Late Night With Jimmy Fallon”

Melhor Reality Show de Competição:
“So You Think You Can Dance”
“The Amazing Race”
“Project Runway”
“The Voice”
“Dancing With the Stars”
“Top Chef”

Melhor Apresentador de Reality Show:
Betty White – Betty White’s Off Their Rockers
Cat Deeley – So You Think You Can Dance
Phil Keoghan – The Amazing Race
Tom Bergeron – Dancing With the Stars
Ryan Seacrest – American Idol

Melhor Minissérie ou Filme Para TV:
“Game Change”
“American Horror Story”
“Hemingway & Gellhorn”
“Sherlock”
“Luther”
“Hatfields & McCoys”

Melhor Atriz em Minissérie ou Filme Para TV:
Julianne Moore – Game Change
Connie Britton – American Horror Story
Nicole Kidman – Hemingway & Gellhorn
Emma Thompson – The Song Of Lunch
Ashley Judd – Missing

Melhor Ator em Minissérie ou Filme Para TV:
Woody Harrelson – Game Change
Clive Owen – Hemingway & Gellhorn
Benedict Cumberbatch – Sherlock
Idris Elba – Luther
Kevin Costner – Hatfields & McCoys

Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Filme Para TV:
Sarah Paulson – Game Change
Frances Conroy – American Horror Story
Jessica Lange – American Horror Story
Judy Davis – Page Eight
Mare Winningham – Hatfields & McCoys

Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie ou Filme Para TV:
Ed Harris – Game Change
Denis O’Hare – American Horror Story
David Strathairn – Hemingway & Gellhorn
Martin Freeman – Sherlock
Tom Berenger – Hatfields & McCoys

Melhor Direção Série Cômica:
Robert B. Weide – Curb Your Enthusiasm
Lena Dunham – Girls
Louis C.K. – Louie
Jason Winer – Modern Family
Steven Levitan – Modern Family
Jake Kasdan – New Girl

Melhor Direção em Série Dramática:
Tim Van Patten – Boardwalk Empire
Vince Gilligan – Breaking Bad
Brian Percival – Downton Abbey
Michael Cuesta – Homeland
Phil Abraham – Mad Men

Melhor Roteiro em Série Dramática:
Julian Fellowes – Downton Abbey
Alex Gansa, Gideon Raff e Howard Gordon – Homeland
Semi Chellas e Matthew Weiner – Mad Men
Andre Jacquemetton e Maria Jacquemetton – Mad Men
Erin Levy e Matthew Weiner – Mad Men

Melhor Roteiro em Série Cômica:
Chris McKenna – Community
Lena Dunham – Girls
Louis C.K. – Louie
Amy Poehler – Parks and Recreation
Michael Schur – Parks and Recreation

Assista ao Emmy Awards ao vivo, ou depois faça o download do programa e assista num outro dia. Divirta-se e pratique ainda mais o seu inglês!

Até mais,

Carlos

Dica 469 – Mais trava-línguas em inglês

maio 28, 2012

Depois da última dica sobre trava-línguas, achei mais alguns videos com trava-línguas divertidos para você tentar. Como você pode ver, até nativos têm dificuldade para dizê-los, mas divertem-se com isso. Nós também gostamos de dizer trava-línguas em português e encaramos isso como uma brincadeira. Fazendo em inglês temos oportunidade de brincar e de trabalhar as articulações dos sons. Pode parecer que estamos falando um monte de coisas sem sentido, mas todas as frases têm sentido e brincam com os diferentes sons. E isso nos faz prestar mais atenção às diferenças entre esses sons. Portanto, são ótimos para trabalharmos a pronúncia em inglês.

Aqui estão alguns deles:

SOLDIER, SHOULDER:

“Soldier, Shoulder”

I WISH TO WISH:

“I wish to wish the wish you wish to wish, but if you wish the wish the witch wishes, I won’t wish the wish you wish to wish.”

CRAM SPAM:

“How can a clam cram spam in a clean cream can?”

THICK SOCKS:

“Seth at Salisbury’s sells thick socks.”

TOMMY, TOMMY:

” Tommy, Tommy, toiling in the tailor’s shop
All day long he fits and tucks
All day long he tucks and fits
And he fits and tucks, and tucks and fits
And he fits and tucks, and tucks and fits
Tommy, Tommy, toiling in the tailor’s shop”

Há muito mais disponível por aí. É só você procurar!

Até a próxima,

Carlos