Posts Tagged ‘falar’

Dica 626 – Já incluiu estudar inglês na lista das promessas de ano novo?

dezembro 29, 2015

Essa é aquela época do ano em que as pessoas fazem as famosas listas de promessas para o ano novo, e estudar inglês ou voltar a estudar inglês é sempre uma das campeãs das listas.

Como eu já disse antes, você não precisa esperar o ano para mudar as coisas. Se quer mudar, mude já! Parece aquela coisa de sempre começar a dieta na segunda-feira. Como se a segunda-feira fosse um dia especial. Ora, qualquer dia é dia e qualquer hora é hora. Quer fazer? Faça? Comece de uma vez!

Na semana passada, alguns dias antes do Natal, recebi um contato de um aluno novo, querendo começar a fazer aulas de inglês. Quem começa a estudar inglês na véspera de Natal? Não é melhor esperar o início do ano? Não só este aluno veio conversar comigo para me conhecer praticamente na véspera do Natal, como marcou a sua primeira aula para ontem, dia 28 de dezembro. Quem começa um curso de inglês novo na véspera do ano novo? Pois é, este começou. Não esperou o ano novo. Quis começar e começou. E o mais incrível é que ele veio fazer a primeira aula no dia 28 de dezembro, antes do ano começar!

No Brasil parece que a gente vai sempre empurrando as coisas mais para a frente. Vou começar depois do ano novo, mas daí é melhor começar depois do Carnaval (pois o ano só começa mesmo depois do Carnaval) e aí já é quase férias e melhor começar no segundo semestre… E assim vamos!

Desejo que esse ano você faça realmente as coisas que você diz que quer fazer. Que não espere, mas simplesmente comece! E continue, pois é a persistência que vai você conseguir.

Feliz 2016 e estude inglês!

Até a próxima,

 

2015 - Ano Novo

 

 

 

 

 

 

 

 

Carlos

Anúncios

Dica 625 – Meu presente de Natal

dezembro 24, 2015

Hoje o meu presente de Natal foi a minha própria versão de “It’s a Wonderful Life”, um dos meus filmes favoritos de todos os tempos.

Para quem não conhece, “It’s a Wonderful Life” (cujo título em português é “A Felicidade Não Se Compra”) é um filme de 1946 dirigido por Frank Capra. Conta a história de George Bailey, que um dia decide acabar com a própria vida por achar que teve uma vida inútil. No entanto, um anjo é enviado do céu para ajudá-lo. Este anjo mostra a George como seria o mundo caso ele nunca tivesse existido. O filme passa na TV americana todos os anos no Natal e mostra como a vida de cada pessoa afeta a vida de todos os outros a seu redor.

O filme inteiro está disponível no youtube. É só clicar e assistir. É lindo!

It’s a Wonderful Life

https://www.youtube.com/watch?v=93A0D_5yX3g

Não, eu não estou pensando em acabar com a minha vida, e já acho que a vida é maravilhosa, sim. No entanto, sempre é bom lembrar que a nossa presença nesse mundo ajudou a muitas outras pessoas. Faz a gente se sentir bem!

O Octávio foi meu aluno em 1995 na União Cultural Brasil-Estados Unidos. Depois de muito tempo sem nos vermos, passamos a nos ver regularmente pois frequentamos o mesmo clube e fazemos musculação na academia deste clube.

Hoje, véspera de Natal, ele se aproximou de mim e me disse que precisava me contar uma coisa. Disse que na empresa em que ele trabalha, ele faz reuniões frequentes com os funcionários, e que na última reunião disse a eles que precisavam aprender inglês e melhorar o seu vocabulário. E ele me contou que deu aos funcionários a mesma dica que eu dei a ele quando fui seu professor. A dica de fazer cartõezinhos com as palavras novas, escrevendo a palavra de um lado e a definição e exemplos do outro. Tantos anos depois, ele me disse que ainda lembra dessa dica, que a usou para aprender inglês e mais tarde para aprender alemão, e agora a está passando adiante.

Na verdade, essa dica nem é uma criação minha. Quem me ensinou foi a minha amiga Virgínia Kachan, quando eu estava estudando para prestar o exame de Michigan. Usei muito e aprendi muito vocabulário com ela. Essa dica também está aqui no blog e no meu livro “101 Dicas Para Você Aprender Inglês Com Sucesso”.

Eu fiquei feliz por ver que a dica que eu dei – ou na verdade passei adiante – ajudou e ainda ajuda muita gente a aprender inglês. E que as pessoas que a usaram a estão passando para outras pessoas, e assim ela vai se espalhando cada vez mais. E me mostra que em vez de ajudar apenas os meus alunos, acabei ajudando muito mais gente ainda!

O filme de Frank Capra é muito mais profundo do que a minha história, mas de qualquer maneira foi bom para mim isso ter acontecido justamente hoje. Eu também sinto que a minha passagem por esta vida teve algum valor.

1995 - 1st semester - IA12 - 8.15 pm - 01 - Octavio, marco, Mônica, João, Adriana

Aí está a foto do Octávio na minha turma de Intermedário de 1995 (Ele está circulado de vermelho). Boas lembranças nessa época de final de ano.

Para todos os meus leitores a amigos, os votos de um Feliz Natal! E lembrem-se de que tudo o que a gente faz afeta muita gente. Por isso vamos fazer coisas boas e espalhar sempre o que temos de melhor!

Até a próxima,

2015-Xmas facebook

 

 

 

 

 

 

Carlos

Dica 624 – Boas festas, cantando em inglês

dezembro 23, 2015

Olá amigos,…

Cantar, praticar inglês e comemorar as festas de fim de ano com uma linda mensagem… tudo junto! Que mais podemos querer?

Escolhi a música “A Life That’s Good” do seriado “Nashville” pois ela fala sobre o que realmente é importante na nossa vida: ser feliz e ter o amor das pessoas que estão ao nosso lado. Acho que é uma linda mensagem para nós pensarmos não só na época do final do ano, mas durante o ano todo.

Aí vão três versões da música. A primeira é a versão original que tocou em “Nashville” cantanda pelas irmãs Lennon e Maisy Stella.

 

A LIFE THAT’S GOOD

(Se não abrir, clicle no link: https://www.youtube.com/watch?v=SvrW9XkkCGk)

 

A segunda versão é do Karaoke Channel, com os vocais, para você aprender a cantar.

(Se não abrir, clique no link: www.youtube.com/watch?v=1g6F-Ny_5z4)

 

E finalmente a versão em karaoke, para você cantar sozinho.

(Se não abrir, clique no link: https://www.youtube.com/watch?v=CvYROkHjMYQ)

 

Que tal reunir a família, ensinar a música e todos cantarem juntos na festa de Natal ou na festa de Ano Novo? Dá para se divertir, praticar o seu inglês e passar adiante essa mensagem linda!

Boas festas e continue praticando e melhorando o seu inglês no ano que vem!

Carlos

Dica 617 – Um festival de Línguas – A pronúncia do TH – Parte 1

julho 8, 2015

Uma das maiores dificuldades que eu tenho no ensino do inglês é fazer os meus alunos acreditarem que para pronunciar o som de TH eles precisam colocar a língua para fora no meio dos dentes. No Brasil, falar assim é considerado um defeito de fala – é o que a gente costuma chamar de “ter a língua presa”. No entanto, no inglês, essa é a maneira correta de falar. E para falar corretamente é preciso praticar bastante.

Para convencer os meus alunos de que é assim mesmo, eu costumo mostrar cenas de filmes e seriados onde dá para se ver claramente a língua saindo para fora. Por isso montei esse vídeo que eu chamei de “Festival de Línguas”. Assista, preste atenção às línguas que vai ver, e pratique bastante.

Aprender a pronunciar corretamente é um trabalho mecânico. Você precisa se esforçar bastante. No início você precisa pensar bastante no que está fazendo. Tem que ser uma atitude consciente. Se praticar muito, vai chegar um dia em que você vai fazer isso sem pensar. Quanto tempo isso vai levar, vai depender de você.

Para você melhorar, você precisa primeiro querer melhorar. E se dedicar a isso. Você consegue. Como diz o título de um dos meus livros, “Você Consegue Aprender o Que Quiser”.

Espero que esse vídeo ajude. Logo virão outros. Aguardem!

Até mais,

Carlos

Dica 615 – Como aprender inglês sem esforço

maio 5, 2015

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dica 614 – Use o Waze em inglês

abril 5, 2015

Para quem ainda não conhece o Waze, fique sabendo que ele é um aplicativo gratuito de trânsito e GPS que utiliza dados e alertas de tráfego em tempo real. Ele pode melhorar muito o seu trajeto de todos os dias.  Eu demorei um pouco até começar a usá-lo, pois estava acostumado ao meu GPS, e não queria abandoná-lo. Mas com o Waze realmente você ganha muito tempo. Para quem mora em São Paulo, como eu, ganhar tempo no trânsito é muita melhora na qualidade de vida.

Mas o que está me divertindo mais do que tudo é ouvir o Waze falar inglês. Você pode escolher a lingua que ele fala e escolher a opção de ele dizer o nome das ruas. Experimente! É uma boa maneira de você treinar o seu inglês enquanto está no carro. Se pensar no tempo em que fica no trânsito todos os dias, vai ver que dá para aproveitar bem.

Mesmo que você já saiba o caminho por onde vai, vale a pena ligar o Waze em inglês. Você vai ouvir as expressões que dão as direções, as distâncias, os problemas que encontra pelo caminho, e aos poucos vai lembrar de todas elas. Você pode até ir repetindo tudo o que ele diz, e ir treinando a parte oral.

Se escolher a opção de ele falar os nomes das ruas em inglês, vai dar muitas gargalhadas. Mas além disso, é um bom exercício de pronúncia. Ele fala os nomes das ruas em português como se fossem inglês. Isso vai ajudando você a descobrir um pouco mais sobre a pronúncia do inglês. Quando você for ler alguma coisa em inglês, isso vai te ajudar também. Você vai internalizando alguns sons do inglês e vai brincando com as palavras.

Em inglês a pronúncia não segue padrões rígidos. Há muita variação na pronúncia e mesmo os nativos muitas vezes não sabem pronunciar palavras novas que eles não conhecem. Mas essa brincadeira ajuda você a trabalhar os sons da língua inglesa. Por exemplo, se você prestar atenção à forma que ele pronúncia o nome “Av. Paulista”, quando enxergar palavras como “because”, “cautious”, “daughter” vai saber como pronunciar.

Quando o Waze for falando os nomes das ruas, repita os nomes algumas vezes. Faça isso como uma brincadeira, e até o tempo gasto no trânsito vai parecer menor. Isso não tem nada a ver com aprender vocabulário, já que as palavras em português não significam nada em inglês. É apenas uma brincadeira com os sons.

Como eu já disse antes, algumas ideias que podem parecer estranhas, podem nos ajudar muito a aprender e melhorar o nosso inglês. Nunca diga que não funciona sem tentar antes.

Depois escreva para mim, me contando como foi a experiência.

Até a próxima,

Carlos

Dica 613 – Jogue “Heads Up”

março 27, 2015

Eu descobri essa dica há poucos dias e estou me divertindo muito com ela. É um aplicativo que você pode baixar gratuitamente no seu celular ou tablet, chamado “Heads Up”.

O aplicativo foi desenvolvido pela apresentadora americana Ellen Degeneris. É um jogo muito bacana, que além de garantir muita diversão ajuda muito a praticar o inglês. Você joga com um parceiro, que pode ser um amigo ou até um colega de aula de inglês. Um dos participantes coloca o celular ou tablet na testa, de modo que só o parceiro possa ver o que aparece. Na tela aparecem palavras e o parceiro precisa descrevê-las para o outro jogador adivinhar. Enquanto o tempo passa, você pode adivinhar várias palavras. Quanto mais palavras você acertar, mais pontos você ganha. Existem várias categorias para você escolher, que incluem pessoas famosas, animais, coisas de criança, e muito mais. Quando você acerta, inclina o celular ou tablet para baixo e outra palavra aparece. Quando você não sabe e quer passar, inclina o celular ou tablet para cima e a palavra muda.

Veja alguns vídeos onde Ellen Degeneris brinca com convidados do seu programa.

 

 

 

 

 

Não acha divertido? Bom, eu tenho jogado em casa e também com meus alunos e estou adorando. É um jogo legal, onde você pode aprender e revisar bastante vocabulário, alem de praticar como descrever as palavras, que é uma habilidade muito importante ao se falar uma língua.

Então, aproveite! Baixe o aplicativo, divirta-se e pratique bastante o seu inglês!

Até a próxima,

Carlos

Dica 610 – Cante “Red Solo Cup” e aprenda a falar inglês melhor

fevereiro 19, 2015

Eu já falei diversas vezes que músicas ajudam muito a aprender inglês. Eu até já publiquei o livro “Aprenda Inglês Cantando e Aprenda a Cantar em Inglês” com dicas de como aprender inglês com música.

Quando você canta em inglês, você aprende a juntar as palavras, coisa que às vezes é difícil quando você está falando. Na música você precisa seguir o ritmo e cantar sem ficar parando entre uma palavra e outra. Além de ajudar na fluência, cantar faz você repetir muitas e muitas vezes as mesmas frases. Essas frases vão ficando na sua cabeça e vão formando o seu repertório linguístico. Um dia, sem perceber, você usa uma dessas frases numa conversa. É muito legal quando isso acontece!

Hoje eu estava correndo na esteira na academia e, como sempre, ouvindo músicas e cantando junto. Foi quando me dei conta que a música “Red Solo Cup”, que foi cantada no oitavo episódio da terceira temporada de “Glee”, é muito mais falada do que cantada. Cantar (ou no caso, falar) essa música, além de ser divertido – afinal, é uma música sobre um copinho descartável – pode ajudar muito o seu inglês. Experimente!

Há muitas músicas que tem partes faladas no meio e elas podem ajudar bastante a desenvolver o seu inglês. Procure outras de que você goste, pratique e divirta-se!

Não é fácil decorar uma música inteira. Às vezes pode levar vários dias. Hoje, enquanto eu corri por cerca de 40 minutos na esteira, eu fiquei repetindo sempre a mesma música, e ainda não consigo cantar inteirinha. É um exercício de paciência e determinação, mas quando você consegue cantar a música inteira, que alegria!

Só como curiosidade, quase todas as músicas de “Glee” são regravações de outras músicas. Aqui está o vídeo da música original com Toby Keith para você conhecer e cantar junto:

Até mais,

Carlos

Dica 607 – Brinque com as palavras

janeiro 8, 2015

Na nossa própria língua, nós costumamos brincar com as palavras. Às vezes usamos as palavras com duplo sentido, usamos palavras diferentes para expressar alguma coisa, e até inventamos palavras novas. Crianças aprendem a falar brincando com os sons e com as palavras. É muito natural fazer isso.

No entanto, às vezes nós levamos a língua estrangeira a sério demais. Ao brincarmos com as palavras achamos que estamos errando. Não precisa ser assim. Quando aprendemos inglês, também podemos fazer esse tipo de brincadeira. Isso é muito positivo e nos ajuda a aprender mais.

Quando eu era criança, eu falava em inglês e quando não sabia uma certa palavra, falava ela em português mas com um sotaque em inglês. Muitas vezes alguma daquelas palavras que eu “inventava” eram palavras em inglês messmo. Eu tive um aluno recentemente, de 7 anos de idade, que falava as palavras em português colocando o sufixo -ation no final. Por exemplo, dizia, sentation na cadeiration. Eu sempre dizia para ele que o sufixo -ation não transformava a palavra em inglês, mas um dia ele falou imagination e eu falei que aquilo era inglês. Ele acabava descobrindo algumas palavras que eram palavras de verdade.

Hoje, a minha aluna Maria Tereza me mandou o link desse vídeo muito bacana, publicado no site http://www.ted.com (Eu já escrevi um post sobre esse site). O video mostra Erin McKean  falando sobre a invenção de palavras novas. O vídeo se chama “Go ahead, make up new words” e pode ser achado no youtube também. Assista:

A invenção de palavras é muito comum na nossa língua nativa. É claro que é muito mais fácil inventar palavras na nossa língua do que na língua estrangeira. Mas nada dos impede de brincarmos e nos divertimos com a língua.

Até a próxima,

Carlos

 

 

Dica 604 – Tenha a sua “biblioteca sobre rodas”

dezembro 4, 2014

Uma outra ideia muito bacana do livro “100 Ways to Motivate Yourself” de Steve Chandler é a criação de uma “biblioteca sobre rodas”.

Você já se deu conta de quanto tempo passamos dentro de um carro durante o dia? Se você mora numa cidade grande, como eu, esse tempo pode ser muito grande. E você passa a maior parte desse tempo mal humorado.

Steve Chandler diz é o tempo que passamos dentro do carro não precisa ser frustrante. Você pode usar esse tempo para se educar e para se motivar. Que tal usar esse tempo para praticar inglês? Se você está estudando inglês num curso ou por conta própria, você pode ouvir gravações do seu curso. Pode só ouvi-las, ou aproveitar para ouvir e repetir. Se você não está num curso, pode ouvir outras gravações de diálogos, textos, podcasts, notícias em inglês ou qualquer outra coisa que possa ajudar o seu inglês.

Você pode usar esse tempo para aprender a cantar uma música nova em inglês. Basta ter a letra no banco ao seu lado. Quando o trânsito der uma paradinha, dê uma olhada na letra. Depois vá tentando cantar a música até aprender. Isso é uma coisa que eu faço muito.

Segundo o livro de Steve Chandler, foi feita uma estimativa de que no tempo gasto em 3 meses no trânsito uma pessoa pode receber o equivalente a um semestre de educação. Eu nunca tinha pensado nisso, mas realmente é muito tempo! E nós vivemos dizendo que não temos tempo para nada! O segredo é saber aproveitá-lo.

Se você não anda de carro, a mesma coisa pode ser feita no transporte público. Você pode ouvir coisas em inglês no ônibus, metrô, trem, taxi, até mesmo andando a pé. Outro dia, andando de metrô, me dei conta da quantidade de pessoas com o seu telefone, a maioria mandando mensagens ou jogando. Por que não usar esse tempo em prol do seu inglês?

A tecnologia pernite que você tenha no seu telefone, tocador de mp3 ou tablet uma quantidade enorme de material que é fácil de carregar e acessar a qualquer momento. Você pode ter uma biblioteca inteira ao alcance das mãos.

Colocando a sua biblioteca sobre rodas você vai usar o seu tempo muito melhor. E vai até melhorar o humor! Bom, né?

Até a próxima,

Carlos