Posts Tagged ‘melhorar’

Dica 625 – Meu presente de Natal

dezembro 24, 2015

Hoje o meu presente de Natal foi a minha própria versão de “It’s a Wonderful Life”, um dos meus filmes favoritos de todos os tempos.

Para quem não conhece, “It’s a Wonderful Life” (cujo título em português é “A Felicidade Não Se Compra”) é um filme de 1946 dirigido por Frank Capra. Conta a história de George Bailey, que um dia decide acabar com a própria vida por achar que teve uma vida inútil. No entanto, um anjo é enviado do céu para ajudá-lo. Este anjo mostra a George como seria o mundo caso ele nunca tivesse existido. O filme passa na TV americana todos os anos no Natal e mostra como a vida de cada pessoa afeta a vida de todos os outros a seu redor.

O filme inteiro está disponível no youtube. É só clicar e assistir. É lindo!

It’s a Wonderful Life

https://www.youtube.com/watch?v=93A0D_5yX3g

Não, eu não estou pensando em acabar com a minha vida, e já acho que a vida é maravilhosa, sim. No entanto, sempre é bom lembrar que a nossa presença nesse mundo ajudou a muitas outras pessoas. Faz a gente se sentir bem!

O Octávio foi meu aluno em 1995 na União Cultural Brasil-Estados Unidos. Depois de muito tempo sem nos vermos, passamos a nos ver regularmente pois frequentamos o mesmo clube e fazemos musculação na academia deste clube.

Hoje, véspera de Natal, ele se aproximou de mim e me disse que precisava me contar uma coisa. Disse que na empresa em que ele trabalha, ele faz reuniões frequentes com os funcionários, e que na última reunião disse a eles que precisavam aprender inglês e melhorar o seu vocabulário. E ele me contou que deu aos funcionários a mesma dica que eu dei a ele quando fui seu professor. A dica de fazer cartõezinhos com as palavras novas, escrevendo a palavra de um lado e a definição e exemplos do outro. Tantos anos depois, ele me disse que ainda lembra dessa dica, que a usou para aprender inglês e mais tarde para aprender alemão, e agora a está passando adiante.

Na verdade, essa dica nem é uma criação minha. Quem me ensinou foi a minha amiga Virgínia Kachan, quando eu estava estudando para prestar o exame de Michigan. Usei muito e aprendi muito vocabulário com ela. Essa dica também está aqui no blog e no meu livro “101 Dicas Para Você Aprender Inglês Com Sucesso”.

Eu fiquei feliz por ver que a dica que eu dei – ou na verdade passei adiante – ajudou e ainda ajuda muita gente a aprender inglês. E que as pessoas que a usaram a estão passando para outras pessoas, e assim ela vai se espalhando cada vez mais. E me mostra que em vez de ajudar apenas os meus alunos, acabei ajudando muito mais gente ainda!

O filme de Frank Capra é muito mais profundo do que a minha história, mas de qualquer maneira foi bom para mim isso ter acontecido justamente hoje. Eu também sinto que a minha passagem por esta vida teve algum valor.

1995 - 1st semester - IA12 - 8.15 pm - 01 - Octavio, marco, Mônica, João, Adriana

Aí está a foto do Octávio na minha turma de Intermedário de 1995 (Ele está circulado de vermelho). Boas lembranças nessa época de final de ano.

Para todos os meus leitores a amigos, os votos de um Feliz Natal! E lembrem-se de que tudo o que a gente faz afeta muita gente. Por isso vamos fazer coisas boas e espalhar sempre o que temos de melhor!

Até a próxima,

2015-Xmas facebook

 

 

 

 

 

 

Carlos

Dica 624 – Boas festas, cantando em inglês

dezembro 23, 2015

Olá amigos,…

Cantar, praticar inglês e comemorar as festas de fim de ano com uma linda mensagem… tudo junto! Que mais podemos querer?

Escolhi a música “A Life That’s Good” do seriado “Nashville” pois ela fala sobre o que realmente é importante na nossa vida: ser feliz e ter o amor das pessoas que estão ao nosso lado. Acho que é uma linda mensagem para nós pensarmos não só na época do final do ano, mas durante o ano todo.

Aí vão três versões da música. A primeira é a versão original que tocou em “Nashville” cantanda pelas irmãs Lennon e Maisy Stella.

 

A LIFE THAT’S GOOD

(Se não abrir, clicle no link: https://www.youtube.com/watch?v=SvrW9XkkCGk)

 

A segunda versão é do Karaoke Channel, com os vocais, para você aprender a cantar.

(Se não abrir, clique no link: www.youtube.com/watch?v=1g6F-Ny_5z4)

 

E finalmente a versão em karaoke, para você cantar sozinho.

(Se não abrir, clique no link: https://www.youtube.com/watch?v=CvYROkHjMYQ)

 

Que tal reunir a família, ensinar a música e todos cantarem juntos na festa de Natal ou na festa de Ano Novo? Dá para se divertir, praticar o seu inglês e passar adiante essa mensagem linda!

Boas festas e continue praticando e melhorando o seu inglês no ano que vem!

Carlos

Dica 561 – Um exemplo para não seguir

julho 17, 2013

Eu sempre gosto de dar exemplos de maneiras diferentes de estudar e aprender. Digo sempre que não existe uma maneira única de aprender e que o importante é tentar de vários modos diferentes até descobrir o que funciona melhor para você. Por isso costumo compartilhar as histórias de sucesso de outras pessoas.

Hoje vou contar uma história ao contrário. É  um exemplo a não seguir e que muita gente faz. Será que você também é assim?

Há alguns anos tive um aluno – não vou identificá-lo por motivos óbvios – num curso intermediário. Este aluno trabalhava para uma empresa americana, onde falar inglês bem era muito importante. Muitas vezes viajava para o exterior a trabalho e tinha um bom contato com o inglês. O seu nível de inglês era bom o suficiente para se comunicar e entender, mas ele queria melhorar. Por isso estava num curso intermediário.

Você já percebeu quantas pessoas atingem um certo nível de inglês e dali não vão mais para frente? O que acontece é que eles acham que já sabem inglês e que não precisam se esforçar mais. Isso é muitíssimo comum.

Este aluno ia às aulas e participava delas, mas faltava bastante, e raramente estudava em casa. Não fazia a lição de casa e não procurava tirar as dúvidas na sala de aula. Durante o semestre em que fez o curso, o seu inglês não melhorou muito. Ele não chegou a aprender as estruturas novas. O seu inglês continuava igual ao que estava quando o curso começou.

O curso tinha uma parte importante dedicada a aprender a escrever em inglês melhor. Os alunos faziam a mesma redação várias vezes, e eu ia dando feedback de como eles poderiam melhorar a maneira de escrever. Os alunos que faziam todas as etapas do processo, acabavam escrevendo muito melhor. Esse aluno no entanto, não fez todas as etapas. Entregou apenas uma redação no final do curso, sem eu ter a chance de ajudá-lo a melhorar. Ou seja, seu resultado foi muito abaixo do esperado.

Durante o curso, várias vezes eu tentei conversar com ele, sugerir que estudasse mais e dar dicas de que conteúdos ele deveria estudar e tentar praticar mais. Mas, por motivos vários, este aluno não fez isso.

Quando acabou o semestre, o aluno acabou sendo reprovado no curso. Isso não significa que esse aluno não saiba nada de inglês. Isso significa que esse aluno não atingiu o nível proposto pelo curso. Embora o curso fosse intermediário, o inglês desse aluno não estava no nível intermediário. Você já pode adivinhar a reação do aluno. Ficou bravo comigo, disse que a avaliação não era justa e que ele merecia passar. Eu, então, apontei as suas deficiências – como já tinha feito durante o curso. Nesse momento, ele me saiu com este comentário:

“Se o meu inglês fosse tão ruim quanto você diz, eu não estaria trabalhando numa empresa americana!”

Vejam, eu nunca disse que o inglês dele era ruim. O que eu disse é que o inglês dele não havia progredido até chegar ao nível almejado pelo curso. Ele continuava com um inglês simples. E não admitia que precisava melhorar.

Eu já disse inúmeras vezes que para se aprender o mais importante é a atitude em relação ao aprendizado. Se você não se esforçar e não se dedicar, nada vai acontecer. Por que então você faz um curso intermediário se no fundo você acredita que aquele inglês básico que você tem já é o suficiente para você se virar?

O mais interessante é que, anos depois, esse aluno me adicionou como amigo no facebook. E através do facebook eu acabo acompanhando as suas viagens pelo mundo. Sempre que ele viaja, ele publica fotos e escreve sobre elas em inglês. E o seu inglês continua tendo uma série de erros, alguns até bem básicos. Daí podemos ver que, passados vários anos, o seu inglês ainda não melhorou e ele ainda continua fazendo os mesmos erros que fazia.

Errar não é um pecado. Todo mundo erra. No entanto, é importante tentarmos aprender com os nossos erros. E tentarmos corrigi-los. Principalmente se o seu objetivo é falar inglês melhor. Quando um professor corrige um aluno, ele não o está criticando. Ele está mostrando o que está errado para que o aluno possa melhorar.

Eu escrevi num dos primeiros posts do blog que você pode escolher o inglês que você quer falar. Se você quer ter um inglês bom apenas o suficiente para se virar, tudo bem, é uma escolha sua. Mas se você escolher ter um inglês melhor, o que você vai fazer por isso?

Nesse aspecto, como sempre, tudo começa pela sua atitude.

Até mais,

Carlos

Dica 546 – Aprenda vocabulário online

abril 23, 2013

Existem muitos sites onde você pode aprender vocabulário online. É difícil conhecer todos, e há sempre novidades nesse meio tão fascinante de aprender que é a internet. Vale a pena conhecer e dar uma olhada de vez em quando. Você pode aprender palavras e expressões novas, que sempre vem acompanhadas de exemplos e de situações onde essas palavras são usadas.

Aqui vão alguns exemplos.

No site Learners TV você encontra uma série de vídeos organizados por assunto, onde há muito material com vocabulário variado, bons exemplos e histórias sobre as origens de muitas expressões. Veja aqui o índice, que você pode usar como um ponto de partida:

http://www.learnerstv.com/Free-Language-Video-lectures-ltv199-Page1.htm

Aqui há um exemplo de um vídeo ensinado o vacabulário relativo a Outdoors:

Os vídeos da série English with Jennifer também são muito bons. Dê uma olhada no canal do youtube:

Aqui estão alguns exemplos de vídeos interessantes:

Indicate:

Accurate:

Appropriate:

Aprender vocabulário novo é sempre bom e quanto maior o seu vocabulário, maior é a sua competência no inglês. Mas não basta aprender palavras novas. Você precisa saber com o usá-las e incluí-las no seu vocabulário ativo, aquele que você usa no seu dia-a-dia.

Esses vídeos – e outros mais que você pode encontrar –  podem dar uma boa ajuda.

Até mais,

Carlos

Dica 544 – Dica do Tiago para treinar a ortografia

abril 9, 2013

Recebi essa dica muito boa do meu amigo e ex-aluno Tiago Novais, que disse que usou essa técnica para melhorar o seu espanhol. É uma dica simples, fácil de usar, mas absolutamente eficiente.

Sabe quando você está digitando um texto no computador – usando o Word por exemplo, e você comete um erro de ortografia? O seu editor de texto imediatamente sublinha aquela palavra com uma “minhoquinha” vermelha, mostrando que está escrita de maneira errada. Se você clicar nela com o botão direito do mouse, vai aparecer a grafia correta. Basta você clicar na palavra certa e automaticamente o texto estará corrigido.

Aí está a dica do Tiago: Não faça isso! Leia a grafia correta. Depois apague a palavra errada e digite novamente a palavra, desta vez corretamente. O fato de você escrever a palavra vai ajudar você a guardar a grafia correta dela.

Às vezes o caminho mais fácil não é o melhor. Claro que se você clicar na grafia correta, o texto já se corrige, mas você não terá a chance de treinar a maneira de escrever a palavra. É mais rápido, mas não mais eficiente. Como eu sempre digo, a melhor maneira de aprender é a tentativa e erro. Errar, corrigir e tentar mais uma vez leva a aprender muito mais.

Aproveite essa dica e melhore cada vez mais o seu inglês! E se você tiver alguma dica boa para aprender inglês, faça como o Tiago. Mande para mim, que eu publico aqui – e dou o crédito a você, é claro.

Até mais,

Carlos

Dica 537 – Cante “It’s Gonna Be Good”

março 14, 2013

Recentemente eu tive o prazer de assistir ao musical “Quase Normal”, um grande sucesso da Broadway, que está em cartaz em São Paulo. A peça original é tão boa que foi indicada ao Tony como uma das melhores peças de 2009. Se você estiver em São Paulo, ou vier passear por aqui, não perca essa peça, pois é realmente incrível. Não é um daqueles musicais tradicionais, dos quais você sai todo alegrinho, cantando e dançando. É um musical mais pesado, mas muito bonito e com interpretações brilhantes.

Infelizmente para nós, a peça é em português, mas nem tudo na vida tem que ser relacionado ao inglês, não é mesmo? Não é só porque você quer aprender inglês que você precisa pensar em inglê o tempo inteiro.

Depois de ter assistido à peça, consegui a trilha sonora original – em inglês – que é a minha mais nova obsessão. Quando eu quero aprender músicas novas, fico dias e dias só ouvindo as mesmas músicas até aprender tudo. Eu já falei que essa é uma maneira boa de aprender músicas, e para mim funciona mesmo. Eu ouço tanto, que as música ficam na minha cabeça a toda hora do dia. Até no meio da noite, se eu levanto por algum motivo, a música está lá tocando na minha mente.

Entre as várias músicas boas de “Next to Normal” há essa, chamada “It’s Gonna Be Good”, que é ótima para você praticar o futuro com going to em inglês. Você vai cantá-la tantas vezes, que vai treinar esse tempo verbal e a sua pronúncia gonna. Além de tudo a música é muito divertida.

Depois de cantar a música como ela é, você pode brincar com a letra e trocar It’s gonna be good por outras coisas como It’s gonna be fun, It’s gonna be bad, etc. Use a sua imaginação, brinque com a letra e desenvolva o seu inglês.

E fica aqui a minha recomendação para você ir assistir à peça “Quase Normal.” Ela está em cartaz no Teatro Faap, em São Paulo. Quem sabe até a gente se encontra por lá, pois eu vou assistir mais uma vez, com certeza!

E para você ter um gostinho do original, aqui está a cena da montagem da Broadway que foi mostrada na entrega do Tony Awards.

Até mais,

Carlos

Dica 524 – Comemore o Natal Cantando em Inglês – 4

dezembro 23, 2012

O Natal está chegando e eu estou tentando fazer você aumentar o seu repertório de músicas de Natal em inglês para incrementar o seu inglês e a sua festa de Natal. Aproveite!

Eu já falei muitas vezes que sou fã do seriado Glee, e todo ano há um episódio de Natal – como em quase todos os seriados. Por isso, neste fim de ano fiz uma série de postagens com as músicas do último episódio. E aqui vai mais uma:

The First Noel:

A cena que passou no episódio foi bem curta, mas a versão abaixo é completa e tem a letra para você aprender e cantar junto:

Como eu já disse, mesmo que você não comemore o Natal, é sempre bom conhecer as músicas. Ajuda na cultura geral e é ótimo para o seu inglês!

Cante e divirta-se!

Até mais,

Carlos

Dica 505 – The karaoke channel

outubro 23, 2012

Aí vai mais uma dica para quem gosta de cantar e quer aprender inglês com música. É o Karaoke Channel (http://www.thekaraokechannel.com/). Ele oferece uma grande variedade de músicas em karaoke para você cantar e de quebra treinar o seu inglês. O que é bacana no Karaoke Channel é que a letra da música vai mudando de cor para você saber o momento certo de cantar.

Você pode assinar o canal, pagando uma quantia todo mês e tendo acesso a uma enorme quantidade de músicas. Mas também consegue achar várias músicas no youtube de graça. Basta digitar “karaoke channel” na caixa de buscas do youtube.

Aqui vão alguns exemplos, só para você conhecer e começar a se divertir.

Yesterday (The Beatles):

Always on My Mind (Willie Nelson):

Seasons of Love (do musical “Rent”):

Agora que você já conhece, procure outras músicas das quais você goste e solte a voz. Cantar é muito gostoso e é excelente para aprender inglês!

Até a próxima,

Carlos

Dica 500 – Assista ao Emmy Awards no dia 23 de setembro

setembro 22, 2012

Amanhã, dia 23 de setembro de 2012, domingo, acontece nos Estados Unidos a entrega do Emmy Awards 2012 aos melhores da televisão. A premiação será transmitida ao vivo pelo Warner Channel. A partir das 20 horas será transmitida a chegada dos convidados pelo tapete vermelho, e a partir das 21 horas começa o show, que neste ano será apresentado por Jimmy Kimmel.

O Emmy Awards (em sua 64a edição) é mais uma excelente oportunidade para você conferir os melhores programas da televisão americana, e também para você treinar o seu inglês. Com a opção de assistir ao programa no som original, você pode acompanhar as entrevistas, as piadas e os discursos de agradecimento sem ouvir a horrível tradução simultânea.

A chegada dos astros no tapete vermelha é divertida. Você ouve coisas engraçadas e você vê os apresentadores descrevendo as roupas das estrelas – uma ótima oportunidade de praticar o vocabulário relativo a roupas em inglês.

Eu, que sou um grande fã dos seriados americanos, adoro assistir ao show e torcer pelos meus atores e programas favoritos. E muitas vezes ouço falar de um show que eu não conhecia e a partir daí resolvo assistir – e às vezes acabo gostando.

Aqui está a lista dos indicados aos principais prêmios deste ano:

Melhor Atriz em Série Cômica:
Zooey Deschanel – New Girl
Lena Dunham – Girls
Edie Falco – Nurse Jackie
Amy Poehler – Parks and Recreation
Tina Fey – 30 Rock
Julia Louis-Dreyfuss – Veep
Melissa McCarthy – Mike & Molly

Melhor Ator em Série Cômica:
Larry David – Curb Your Enthusiasm
Jon Cryer – Two and a Half Men
Louis C.K. – Louie
Jim Parsons – The Big Bang Theory
Don Cheadle – House of Lies
Alec Baldwin – 30 Rock

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Cômica:
Maylim Bialik – The Big Bang Theory
Merritt Wever – Nurse Jackie
Julie Bowen – Modern Family
Kristen Wigg – Saturday Night Live
Sofia Vergara – Modern Family
Kathryn Joosten – Desperate Housewives

Melhor Ator Coadjuvante em Série Cômica:
Ed O’Neil – Modern Family
Jesse Tyler Ferguson – Modern Family
Ty Burrell – Modern Family
Eric Stonestreet – Modern Family
Bill Hader – Saturday Night Live
Max Greenfield – New Girl

Melhor Série Cômica:
“Curb Your Enthusiasm”
“Girls”
“30 Rock”
“Veep”
“Modern Family”
“The Big Bang Theory”

Melhor Atriz em Série Dramática:
Julianna Margulies – The Good Wife
Michelle Dockery – Downton Abbey
Elizabeth Moss – Mad Men
Kathy Bates – Harry’s Law
Claire Danes – Homeland
Glenn Close – Damages

Melhor Ator em Série Dramática:
Steve Buscemi – Boardwalk Empire
Michael C. Hall – Dexter
Bryan Cranston – Breakign Bad
Hugh Bonneville – Dowton Abbey
Jon Hamm – Mad Men
Damian Lewis – Homeland

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática:
Archie Panjabi – The Good Wife
Anna Gunn – Breaking Bad
Maggie Smith – Downton Abbey
Joanna Froggatt – Dowton Abbey
Christina Hendricks – Mad Men
Christine Baranski – The Good Wife

Melhor Ator Coadjuvante em Série Dramática:
Aaron Paul – Breaking Bad
Giancarlo Esposito – Breaking Bad
Brendan Coyle – Downton Abbey
Jim Carter – Downton Abbey
Jared Harris – Mad Men
Peter Dinklage – Game of Thrones

Melhor Série Dramática:
“Boardwalk Empire”
“Breaking Bad”
“Downton Abbey”
“Mad Men”
“Game of Thrones”
“Homeland”

Melhor Atriz Convidada em Série Cômica:
Dot-Marie Jones – Glee
Maya Rudolph – Saturday Night Live
Melissa McCarthy – Saturday Night Live
Elizabeth Banks – 30 Rock
Margaret Cho – 30 Rock
Kathy Bates – Two and a Half Men

Melhor Ator Convidado em Série Cômica:
Michael J. Fox – Curb Your Enthusiasm
Greg Kinnear – Modern Family
Bobby Cannavale – Nurse Jackie
Jimmy Fallon – Saturday Night Live
Will Arnett – 30 Rock
Jon Hamm – 30 Rock

Melhor Atriz Convidada em Série Dramática:
Martha Plimpton – The Good Wife
Loretta Devine – Grey’s Anatomy
Jean Smart – Harry’s Law
Julia Ormond – Mad Men
Joan Cusack – Shameless
Uma Thurman – Smash

Melhor Ator Convidado em Série Dramática:
Mark Margolis – Breaking Bad
Dylan Baker – The Good Wife
Michael J. Fox – The Good Wife
Jeremy Davies – Justified
Ben Feldman – Mad Men
Jason Ritter – Parenthood

Melhor Programa de Variedades, Comédia ou Musical:
“The Colbert Report”
“Real Time With Bill Maher”
“Saturday Night Live”
“Jimmy Kimmel Live”
“Late Night With Jimmy Fallon”

Melhor Reality Show de Competição:
“So You Think You Can Dance”
“The Amazing Race”
“Project Runway”
“The Voice”
“Dancing With the Stars”
“Top Chef”

Melhor Apresentador de Reality Show:
Betty White – Betty White’s Off Their Rockers
Cat Deeley – So You Think You Can Dance
Phil Keoghan – The Amazing Race
Tom Bergeron – Dancing With the Stars
Ryan Seacrest – American Idol

Melhor Minissérie ou Filme Para TV:
“Game Change”
“American Horror Story”
“Hemingway & Gellhorn”
“Sherlock”
“Luther”
“Hatfields & McCoys”

Melhor Atriz em Minissérie ou Filme Para TV:
Julianne Moore – Game Change
Connie Britton – American Horror Story
Nicole Kidman – Hemingway & Gellhorn
Emma Thompson – The Song Of Lunch
Ashley Judd – Missing

Melhor Ator em Minissérie ou Filme Para TV:
Woody Harrelson – Game Change
Clive Owen – Hemingway & Gellhorn
Benedict Cumberbatch – Sherlock
Idris Elba – Luther
Kevin Costner – Hatfields & McCoys

Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Filme Para TV:
Sarah Paulson – Game Change
Frances Conroy – American Horror Story
Jessica Lange – American Horror Story
Judy Davis – Page Eight
Mare Winningham – Hatfields & McCoys

Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie ou Filme Para TV:
Ed Harris – Game Change
Denis O’Hare – American Horror Story
David Strathairn – Hemingway & Gellhorn
Martin Freeman – Sherlock
Tom Berenger – Hatfields & McCoys

Melhor Direção Série Cômica:
Robert B. Weide – Curb Your Enthusiasm
Lena Dunham – Girls
Louis C.K. – Louie
Jason Winer – Modern Family
Steven Levitan – Modern Family
Jake Kasdan – New Girl

Melhor Direção em Série Dramática:
Tim Van Patten – Boardwalk Empire
Vince Gilligan – Breaking Bad
Brian Percival – Downton Abbey
Michael Cuesta – Homeland
Phil Abraham – Mad Men

Melhor Roteiro em Série Dramática:
Julian Fellowes – Downton Abbey
Alex Gansa, Gideon Raff e Howard Gordon – Homeland
Semi Chellas e Matthew Weiner – Mad Men
Andre Jacquemetton e Maria Jacquemetton – Mad Men
Erin Levy e Matthew Weiner – Mad Men

Melhor Roteiro em Série Cômica:
Chris McKenna – Community
Lena Dunham – Girls
Louis C.K. – Louie
Amy Poehler – Parks and Recreation
Michael Schur – Parks and Recreation

Assista ao Emmy Awards ao vivo, ou depois faça o download do programa e assista num outro dia. Divirta-se e pratique ainda mais o seu inglês!

Até mais,

Carlos

Dica 469 – Mais trava-línguas em inglês

maio 28, 2012

Depois da última dica sobre trava-línguas, achei mais alguns videos com trava-línguas divertidos para você tentar. Como você pode ver, até nativos têm dificuldade para dizê-los, mas divertem-se com isso. Nós também gostamos de dizer trava-línguas em português e encaramos isso como uma brincadeira. Fazendo em inglês temos oportunidade de brincar e de trabalhar as articulações dos sons. Pode parecer que estamos falando um monte de coisas sem sentido, mas todas as frases têm sentido e brincam com os diferentes sons. E isso nos faz prestar mais atenção às diferenças entre esses sons. Portanto, são ótimos para trabalharmos a pronúncia em inglês.

Aqui estão alguns deles:

SOLDIER, SHOULDER:

“Soldier, Shoulder”

I WISH TO WISH:

“I wish to wish the wish you wish to wish, but if you wish the wish the witch wishes, I won’t wish the wish you wish to wish.”

CRAM SPAM:

“How can a clam cram spam in a clean cream can?”

THICK SOCKS:

“Seth at Salisbury’s sells thick socks.”

TOMMY, TOMMY:

” Tommy, Tommy, toiling in the tailor’s shop
All day long he fits and tucks
All day long he tucks and fits
And he fits and tucks, and tucks and fits
And he fits and tucks, and tucks and fits
Tommy, Tommy, toiling in the tailor’s shop”

Há muito mais disponível por aí. É só você procurar!

Até a próxima,

Carlos