Posts Tagged ‘vídeo’

Dica 572 – Vá atrás das coisas

outubro 2, 2013

Eu ainda me impressiono muito com a quantidade de pessoas que espera que as coisas venham até elas de mão beijada.  E não vão atrás do que querem. Hoje em dia, com tanta facilidade para conseguirmos tudo o que quisermos, não dá para ficarmos sentados esperando as coisas virem até nós. Se você quer alguma coisa, mexa-se!

Quer aprender inglês? Quer aprender mesmo? Vá atrás do seu objetivo. Faça alguma coisa por você mesmo!

Eu vejo alunos que ouvem uma palavra nova na sala de aula, por exemplo. Eles não entendem a palavra e deixam por isso mesmo. Quantas vezes um aluno vem me dizer que não fez um determinado exercício da lição de casa por que havia uma palavra que ele não tinha entendido. E por que não procurou? Há tantos dicionários por aí! Há dicionários online de todos os tipos. Se você digitar a palavra no google images, por exemplo, consegue ver a imagem da palavra. Dizem que uma imagem vale mais do que mil palavras. Ao digitar a palavra no google images aparecem centenas de imagens. Se cada uma vale por mil palavras, imagina quantas ilustrações da mesma palavra você pode ter! Você só não visualiza se não quiser.

Há muitos dicionários impressos e online. Cada dicionário tem definições e exemplos com as palavras. Se você não entender a explicação de um deles, procure em outro. Lendo muitas definições e muitos exemplos, uma hora a ficha cai e você entende.

Não entendeu um determinado ponto gramatical? Se estuda em uma escola, peça uma ajuda ao seu professor. Peça para ele explicar de novo. Peça novos exemplos. Peça a ele para indicar um livro para fazer exercícios extras de gramática. Encontre o livro e estude, pratique, até aprender. Se achar que ainda não entendeu, estude e pratique mais um pouco. É do seu interesse. Se você estuda por conta própria, vá atrás de exercícios. Ter um livro de gramática é importante também. Faça exercícios online. Faça alguma coisa!

Eu costumo dizer aos meus alunos que coloco a bola na frente deles, mas quem tem que chutá-la são eles mesmos. Se errarem o gol, precisam repetir centenas de vezes, que as chances de acerto vão aumentando. Não adianta querer que a bola se mexa sozinha. Isso não acontece.

Se você prestar atenção à sua volta, vai ver que as pessoas que se saem melhor em qualquer coisa são aquelas que fazem algo para que isso aconteça. A diferença entre aprender ou não é tentar, se esforçar. Aquela velha frase que diz que é “1% de inspiração e 99% de transpiração” é a mais pura verdade.

Eu sou muito criativo e tenho muitas ideias ótimas, mas se eu não sentar e escrevê-las, elas não saem por conta própria. Não adianta ter uma ideia maravilhosa se a ideia fica dentro da sua cabeça. Para escrever um post no blog, por exemplo, eu fico um tempão na frente do computador. Escrevo, corrijo, escrevo novamente e esse processo continua até que me dou por satisfeito.

Para aprender a cantar uma música nova, passo dias e dias ouvindo só aquela música e cantando sem parar, até conseguir cantá-la por inteiro. É um processo longo, mas que dá resultado. E é assim com tudo.

Como professor, acho que a minha função principal não é ensinar inglês. Mais importante do que isso, é ensinar as pessoas a se virarem sozinhas, a ir atrás das coisas, pois é só assim que elas vão aprender de verdade. Afinal, elas não vão ser alunas a vida inteira. A ideia é justamente treiná-las a serem independentes.

Não adianta chorar e dizer, “Eu não entendo isso.” O que você vai fazer para entender? Vá atrás, descubra, experimente, mexa-se! Você é capaz, sim! Depende do seu esforço e da sua vontade!

Até mais,

Carlos

Anúncios

Dica 568 – Pratique o Present Perfect assistindo a cenas de seriados

setembro 8, 2013

Aqui vai mais um vídeo que eu montei com cenas de vários programas de TV. Todas elas têm uma coisa em comum: o uso do Present Perfect. Assistir a essas cenas vai permitir a você revisar ou aprender esse tempo verbal, em vários contextos diferentes. Assista:

O Present Perfect não existe em português e é um tempo verbal temido pelos alunos. Como eu sempre digo, quem traduz tudo para o português acaba não entendendo mesmo, já que não existe um equivalente na nossa língua. Por isso, o mais importante é tentar vivenciá-lo. Assistir a essas cenas, onde ele é usado naturalmente vai ajudar muito nisso.

Quando você assistir a outros filmes ou programas de TV, fique atento. Procure prestar atenção às frases que você ouve. Será que consegue identificar outras frases com o Present Perfect? Esse exercício é muito bom para o seu inglês.

Se você achar alguma cena legal com o Present Perfect (ou mesmo se a cena não for tão legal), escreva para mim. Eu posso publicar o vídeo dando o crédito a você.

Até mais,

Carlos

Dica 554 – Comemore o Dia dos Namorados em inglês

junho 12, 2013

Só para não deixar passar em branco, aí vai um vídeo muito bonitinho comemorando o Dia dos Namorados:

O Dia dos Namorados nos países de língua inglesa é comemorado no dia 14 de fevereiro, que é o dia de São Valentim. Por isso é chamado de Valentine’s Day. É estranho chamar o dia dos namorados de Valentine’s Day no Brasil, pois o dia 12 de junho não é o dia do santo, mas as pessoas acabam associando as duas coisas e dizem Happy Valentine’s Day!

Só a título de curiosidade, a data no Brasil tem a ver com outro santo, pois no dia 13 de junho é o dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro.

Mas não importa o dia –  o importante é comemorar. E mesmo que você esteja sozinho, esse vídeo vai ajudá-lo a sorrir um pouco e a praticar o seu inglês também.

Há muitos outros vídeos no youtube que falam sobre o dia dos namorados. Muitas oportunidades para você se divertir e aprender também. Aprender a língua e também a cultura, pois elas andam juntas.

Até mais,

Carlos

Dica 547 – Pratique Passive Voice assistindo a cenas de seriados

abril 27, 2013

Aqui está um vídeo que eu montei com cenas de programas de TV onde se usa Passive Voice. É uma boa chance de você assistir e praticar um pouquinho essa estrutura.

Eu não tenho muito tempo de ficar procurando cenas para usar como exemplo, e a maioria das cenas que eu encontro são coisas que eu noto quando estou assistindo a filmes e aos meus seriados favoritos. Eu vou anotando e montando uma coleção de cenas. Deve haver muitas outras cenas legais por aí, que eu não conheço porque não assisti. Se você descobrir alguma, pode me avisar que eu vou adorar!

Eu costumo dizer que é importante mantermos os nossos ouvidos sempre atentos e os nossos olhos sempre abertos. Se você prestar atenção às coisas que assiste, vai começar a notar muitas das estruturas e do vocabulário que você aprende quando está estudando inglês. E ver e ouvir essas coisas sendo ditas fora do contexto da sala de aula é muito importante para você ver como as coisas são usadas num contexto real.

Fique ligado no que você vê por aí. Isso vai ajudar você a estar sempre aprimorando o seu inglês.

Até a próxima,

Carlos

Dica 531 – Tente sempre e você vai aprender

janeiro 16, 2013

Um vídeo que está circulando pelo facebook me fez pensar novamente sobre o processo de aprender. E embora eu já tenha falado sobre isso muitas vezes, nunca é demais repetir. Se você não viu ainda, veja esse vídeo de uma cachorrinha tentando aprender a descer as escadas:

Aprender é igual para qualquer pessoa ou qualquer animal. É um processo de tentativa e erro. Se você não tentar, não vai conseguir. A cachorrinha tem medo, tenta, acha que não vai dar, quase desiste e volta a tentar. O cachorro mais velho vai até ela e mostra como ela deve fazer. Ela tenta copiar, mas tem dificuldade. Ele mostra mais uma vez. Diz a ela, da sua maneira, que ela deve tentar e que ele estará lá para ajudá-la. Até que ela vai e finalmente consegue.

O processo é igual para todo mundo. E eu não estou falando só de aprender inglês. Aprender sempre significa dar um salto no escuro. Você vai entrar num território desconhecido. Dá um pouco de medo, pois você está saindo da sua zona de conforto. Mas se você não fizer isso, não vai aprender nada. Esse medo é natural, mas você precisa enfrentá-lo. Com o tempo, vai se sentindo mais confortável, menos inseguro, até aprender.

Na próxima vez que aquela cachorrinha for descer a escada – pena que não temos o próximo vídeo – não vai ser totalmente fácil ainda. Ela ainda vai ter um pouquinho de medo, um pouquinho de dificuldade, mas vai ser um pouco menos difícil. Até que, depois de muitas tentativas, ela vai conseguir descer a escada sem medo e com tranquilidade.

E o cachorro mais velho, Simon? Qual foi o papel dele nesse processo? Ele foi o professor. Mostrou várias vezes e esperou que a “aluna” tentasse. É esse o papel do professor. O professor não ensina. Ele mostra como é, e o aluno aprende por conta própria. Na aula de inglês também é assim. O professor mostra como é a língua. Você tenta. Você erra. O professor mostra mais uma vez. Quando ele te corrige, ele não está criticando você. Ele está apenas mostrando como é a maneira correta de falar. E ele dá a você oportunidades para praticar. Mas quem tem que tentar é você. Até que você aprenda.

Acabei de me dar conta que esse cachorro sou eu!

E qual o papel da dona dos cachorros? Também é o papel do professor. Ela vai encorajando a aluna. Ela diz: “Vamos lá, você consegue!” “Muito bem! Está no caminho certo!” “Tente mais uma vez!” Mas o trabalho de tentar é da aluna.

Como aluno, você precisa ter sempre isso em mente. Para aprender você precisa tentar. Tentar não significa acertar de primeira, nem de segunda, nem de décima. Você vai melhorando um pouquinho de cada vez até aprender. E você pode falar para você mesmo: “Muito bem, estou no caminho certo!” “Estou começando a aprender.” Não adianta você pensar no que não consegue fazer ainda. Você precisa pensar que está cada vez melhor.

Essa semana eu estava na escola onde trabalho dando testes de classificação para alunos novos. Eu sempre digo a eles que o teste não tem aprovação ou reprovação. Nós queremos justamente saber o que o aluno já sabe e o que ele ainda não sabe, para o colocarmos num curso onde ele já saiba o que está para trás e não saiba o que vem pela frente. Uma menina de 8 anos que foi fazer o teste foi classificada num determinado nível. Eu expliquei para ela que havia coisas que ela sabia e coisas que ela ainda não sabia. Ela então me disse: “Eu não sou boa de inglês.” Eu disse a ela: “Você é boa nas coisas que você já sabe e não é boa nas que você não sabe. Quando você começar o curso você não será boa naquilo. No final do semestre você será boa. E aí você vai para um curso mais adiantado, onde você não será boa, até que no final do semestre você ficará boa.” Como eu já escrevi numa dica anterior, o objetivo não é você ser bom no começo – é ser bom no fim.

E para aprender, você precisa tentar fazer as coisas em que você ainda não é bom. Até você aprender, e ficar melhor. Por isso tente sempre! Esforce-se, lute contra as dificuldades, tente mais e você vai conseguir. Se parar por que causou de tentar, vai ficar no mesmo lugar e não vai aprender.

Esse vídeo me lembrou de um vídeo do programa Sesame Street que eu vi há muitos anos. Fui procurar e é claro que achei no youtube (E viva o yotube!). A qualidade não é muito boa, mas a mensagem é clara. Tentar é o segredo! Aqui está ele:

Trying and Trying Again:

Tente sempre, É isso que vai levar você para a frente!

Até a próxima,

Carlos

Dica 514 – Daily Video Vocabulary vídeos

novembro 6, 2012

Essa é uma outra dica do meu aluno Rodolpho, que foi quem me enviou um desses vídeos muito interessantes. É uma série chamada Daily English Vocabulary, que apresenta vocabulário – uma palavra ou expressão por vez – dando explicações e exemplos de como usá-los. É muito bacana, pois os vídeos ensinam como usar a palavra corretamente.

Veja alguns exemplos:

Phobia:

To Get Even:

Jeopardize;

Running Late:

Penny Wise, Pound Foolish:

Eu já comentei que um dos grandes problemas de se aprender vocabulário é que muitas vezes aprendemos uma palavra nova e entendemos o que ela significa, mas não sabemos como usá-la num contexto. No caso desses vídeos, as palavras são ensinadas dentro de um contexto e há vários exemplos de como usá-las. Não que isso seja suficiente para você aprender tudo sobre essa palavra, mas é um bom ponto de partida. Depois disso, você precisa tentar criar situações em que possa empregar essas palavras. Só com o seu uso constante é que você vai realmente fazer com que essa palavra faça parte do seu vocabulário ativo, aquele que você usa quando vai falar.

Você pode encontrar mais videos no youtube, e pode assinar o canal do Daily Video Vocabulary. Eles colocam vídeos novos diariamente. Nem todas as palavras são de alta frequência, mas há muito coisa para você aprender.

Aumentar o seu vocabulário é sempre importante para ter um inglês melhor. Não só para você falar melhor, mas para você entender o que as pessoas dizem para você.

Até a próxima,

Carlos

Dica 510 – O Grinch e o Halloween

outubro 30, 2012

O personagem Grinch, criado por Dr. Seuss é um dos personagens mais famosos da cultura americana. Ele apareceu pela primeira vez no livro How the Grinch Stole Christmas (Como o Grinch Roubou o Natal). Nos Estados Unidos ele é considerado um dos personagens mais populares. Sendo um personagem que odeia o Natal, ele é o símbolo das pessoas de mau humor que não gostam de comemorar o Natal.

Para comemorarmos o Halloween, que é amanhã, aqui está uma história de Halloween com o querido personagem.

Halloween is Grinch Night:

Lembre-se de que assistir a filmes em inglês sem legenda ajuda você a entender cada vez melhor. É tudo uma questão de prática. Quanto mais você assistir, melhor a sua compreensão vai ficar. Mesmo que no começo você não entender muito, insista e continue assistindo. Aos poucos as coisas vão melhorando. Você pode até assistir o mesmo filme mais de uma vez. A cada vez você entende mais. Experimente e vai notar a diferença.

Até a próxima,

Carlos

 

Dica 509 – Divirta-se e aprenda com o Halloween

outubro 29, 2012

Ainda comemorando a semana do Halloween, aqui vão dois vídeos interessantes que vão fazer você se divertir, praticar o seu inglês e conhecer mais sobre a cultura americana.

Muita gente pensa que no Halloween as pessoas se fantasiam de bruxas e monstros. Na realidade, o costume é usar qualquer tipo de fantasia. Pode ser fantasia de heroi, fada, qualquer coisa que caiba na sua imaginação. Dentro desse tópico, aqui está um vídeo do programa Ellen, no qual a apresentadora Ellen Degeneris mostra algumas ideias de fantasias para crianças:

E para você se divertir ainda mais, aí vai um vídeo muito engraçado. No programa Jimmy Kimmel Live, o apresentador pede que os pais digam aos filhos que comeram todos os seus doces de Halloween e filmem as reações das crianças. Embora as crianças chorem um monte, o resultado é de morrer de rir.

Há muita coisa sobre Halloween disponível online. Procure e divirta-se mais ainda!

Até a próxima,

Carlos

Dica 506 – Dois vídeos para você praticar o segundo condicional

outubro 24, 2012

Eu já contei aqui que muitas vezes estou assistindo a um filme e de repente percebo uma determinada estrutura gramatical sendo usada. Minha cabeça está sempre ligada nessas coisas. Eu sou professor 24 horas por dia. Embora as pessoas que estão comigo achem um pouco estranho, eu gosto de fazer isso. E agora, com o uso do computador, consigo editar a cena e usá-la com meus alunos.

Cenas de filmes são bons exemplos de como a língua é usada naturalmente. Nos livros e vídeos feitos especialmente para ensinar inglês às vezes o diálogo soa um pouco forçado e não é muito natural. Como autor, eu sei que não é fácil escrever um diálogo usando o vocabulário que os alunos conhecem e usando apenas as estrutruras que queremos ensinar. Por isso, não estou criticando os autores de livros didáticos. Mas acho que sempre podemos complementar o que aprendemos nos livros e cursos com material autêntico.

Para quem está estudando inglês usar um material autêntico é mais difícil, pois o vocabulário é mais amplo do que o vocabulário do livro. Você pode ouvir muitas palavras que não conhece ainda. Mas isso também é bom, pois você vai sendo exposto a outro tipo de vocabulário e tem a oportunidade de aprender muito mais.

As duas cenas a seguir são do seriado “The Big Bang Theory”, um dos seriados mais engraçados de todos os tempos. Essas cenas são ótimos exemplos do uso do segundo condicional. Assista a elas várias vezes, divirta-se a pratique essa estrutura.

Rat Man and Mouse Boy:

Captain Arrogant:

Eu já escrevi aqui que para aprender a entender inglês é melhor assistir a filmes em inglês sem legenda. Quanto mais você assistir, mas vai conseguir entender. Mesmo que não entenda todas as palavras, vai entender pelo contexto. Isso vai sempre melhorando, à medida que você assiste mais e mais.

No caso desses vídeos, coloquei a legenda em inglês, pois o meu objetivo não é compreensão do que é dito, mas sim praticar a estrutura gramatical. Nesse caso, vale a pena ouvir, ler e tentar falar junto. Pode ser difícil no início, mas com bastante prática você consegue. É só ter persistência.

Divirta-se e vá sempre aprimorando o seu inglês!

Até mais,

Carlos

Dica 486 – Você sabe o significado de “soggy”?

julho 31, 2012

Eu já comentei aqui sobre uma série de vídeos do “Sesame Street” onde celebridades se juntam aos personagens do programa para ensinar vocabulário. Os vídeos são muito bem feitos, e através dos exemplos é muito fácil de entender as palavras dentro de um contexto.

Vejam esse vídeo que demonstra o singnificado da palavra soggy:

É muito mais fácil entender vocabulário dentro de um contexto, e sempre em inglês. Quando você aprende o vocabulário ouvindo a explicação em inglês, você já vai aprendendo a usar a palavra, já aprende expressões que são usadas com a ela e consegue usá-la mais facilmente.

Há muitos outros vídeos como esse disponíveis no youtube e no site do Sesame Street (http://www.sesamestreet.org/). Procure, divirta-se a aprenda!

Até mais,

Carlos