Posts Tagged ‘vocabulario’

Dica 625 – Meu presente de Natal

dezembro 24, 2015

Hoje o meu presente de Natal foi a minha própria versão de “It’s a Wonderful Life”, um dos meus filmes favoritos de todos os tempos.

Para quem não conhece, “It’s a Wonderful Life” (cujo título em português é “A Felicidade Não Se Compra”) é um filme de 1946 dirigido por Frank Capra. Conta a história de George Bailey, que um dia decide acabar com a própria vida por achar que teve uma vida inútil. No entanto, um anjo é enviado do céu para ajudá-lo. Este anjo mostra a George como seria o mundo caso ele nunca tivesse existido. O filme passa na TV americana todos os anos no Natal e mostra como a vida de cada pessoa afeta a vida de todos os outros a seu redor.

O filme inteiro está disponível no youtube. É só clicar e assistir. É lindo!

It’s a Wonderful Life

https://www.youtube.com/watch?v=93A0D_5yX3g

Não, eu não estou pensando em acabar com a minha vida, e já acho que a vida é maravilhosa, sim. No entanto, sempre é bom lembrar que a nossa presença nesse mundo ajudou a muitas outras pessoas. Faz a gente se sentir bem!

O Octávio foi meu aluno em 1995 na União Cultural Brasil-Estados Unidos. Depois de muito tempo sem nos vermos, passamos a nos ver regularmente pois frequentamos o mesmo clube e fazemos musculação na academia deste clube.

Hoje, véspera de Natal, ele se aproximou de mim e me disse que precisava me contar uma coisa. Disse que na empresa em que ele trabalha, ele faz reuniões frequentes com os funcionários, e que na última reunião disse a eles que precisavam aprender inglês e melhorar o seu vocabulário. E ele me contou que deu aos funcionários a mesma dica que eu dei a ele quando fui seu professor. A dica de fazer cartõezinhos com as palavras novas, escrevendo a palavra de um lado e a definição e exemplos do outro. Tantos anos depois, ele me disse que ainda lembra dessa dica, que a usou para aprender inglês e mais tarde para aprender alemão, e agora a está passando adiante.

Na verdade, essa dica nem é uma criação minha. Quem me ensinou foi a minha amiga Virgínia Kachan, quando eu estava estudando para prestar o exame de Michigan. Usei muito e aprendi muito vocabulário com ela. Essa dica também está aqui no blog e no meu livro “101 Dicas Para Você Aprender Inglês Com Sucesso”.

Eu fiquei feliz por ver que a dica que eu dei – ou na verdade passei adiante – ajudou e ainda ajuda muita gente a aprender inglês. E que as pessoas que a usaram a estão passando para outras pessoas, e assim ela vai se espalhando cada vez mais. E me mostra que em vez de ajudar apenas os meus alunos, acabei ajudando muito mais gente ainda!

O filme de Frank Capra é muito mais profundo do que a minha história, mas de qualquer maneira foi bom para mim isso ter acontecido justamente hoje. Eu também sinto que a minha passagem por esta vida teve algum valor.

1995 - 1st semester - IA12 - 8.15 pm - 01 - Octavio, marco, Mônica, João, Adriana

Aí está a foto do Octávio na minha turma de Intermedário de 1995 (Ele está circulado de vermelho). Boas lembranças nessa época de final de ano.

Para todos os meus leitores a amigos, os votos de um Feliz Natal! E lembrem-se de que tudo o que a gente faz afeta muita gente. Por isso vamos fazer coisas boas e espalhar sempre o que temos de melhor!

Até a próxima,

2015-Xmas facebook

 

 

 

 

 

 

Carlos

Anúncios

Dica 613 – Jogue “Heads Up”

março 27, 2015

Eu descobri essa dica há poucos dias e estou me divertindo muito com ela. É um aplicativo que você pode baixar gratuitamente no seu celular ou tablet, chamado “Heads Up”.

O aplicativo foi desenvolvido pela apresentadora americana Ellen Degeneris. É um jogo muito bacana, que além de garantir muita diversão ajuda muito a praticar o inglês. Você joga com um parceiro, que pode ser um amigo ou até um colega de aula de inglês. Um dos participantes coloca o celular ou tablet na testa, de modo que só o parceiro possa ver o que aparece. Na tela aparecem palavras e o parceiro precisa descrevê-las para o outro jogador adivinhar. Enquanto o tempo passa, você pode adivinhar várias palavras. Quanto mais palavras você acertar, mais pontos você ganha. Existem várias categorias para você escolher, que incluem pessoas famosas, animais, coisas de criança, e muito mais. Quando você acerta, inclina o celular ou tablet para baixo e outra palavra aparece. Quando você não sabe e quer passar, inclina o celular ou tablet para cima e a palavra muda.

Veja alguns vídeos onde Ellen Degeneris brinca com convidados do seu programa.

 

 

 

 

 

Não acha divertido? Bom, eu tenho jogado em casa e também com meus alunos e estou adorando. É um jogo legal, onde você pode aprender e revisar bastante vocabulário, alem de praticar como descrever as palavras, que é uma habilidade muito importante ao se falar uma língua.

Então, aproveite! Baixe o aplicativo, divirta-se e pratique bastante o seu inglês!

Até a próxima,

Carlos

Dica 611 – Minha entrevista no canal “A Culpa é dos Livros”

março 5, 2015

No canal “A Culpa é dos Livros” no youtube, Alyssa Mou, uma adolescente que adora ler, dá dicas e faz comentários sobre livros. É muito bacana ver alguém que tem tamanha paixão por livros. Ler é realmente maravilhoso. Recomendo que você conheça e assine o canal. Quem sabe não fique estimulado a ler mais?

https://www.youtube.com/user/culpadoslivros

Foi com grande alegria que dei uma entrevista para Alyssa falando sobre os meus livros e sobre dicas de como aprender inglês. Aqui está o link para que você possa assistir:

Eu sempre li muito e ler sempre foi uma parte importante da minha vida. Através da leitura a gente conhece o mundo e conhece histórias interessantes que nos inspiram para a nossa vida. Ler faz a gente viajar na nossa imaginação e até na vida real. Várias vezes eu tive vontade de conhecer um determinado lugar depois de ter lido sobre ele, ou de ter lido uma história que se passava naquele lugar. Quando eu era criança, li no colégio, no livro de inglês, um texto sobre o Liberty Bell em Philadelphia, e sempre sonhei em conhecê-lo. Até que fui até lá e vocês não podem imaginar a emoção que senti.

No caso do inglês especificamente, ler ajuda a ampliar o seu vocabulário. Você não precisa estudar as palavras do livro, nem ir procurar o significado delas num dicionário. De tanto você ler, você acaba aprendendo as palavras pelo seu significado no contexto. É incrível como isso funciona!

Uma das vantagens da leitura é que você pode escolher o livro que vai ler. Procure um assunto que você goste. Não importa o que você estiver lendo. Você vai se divertir se o assunto for do seu agrado.

Se você já gosta de ler, continue lendo sempre mais. Se você acha que não gosta, é porque está lendo pouco! Tente ler mais e logo estará apaixonado.

Até mais,

Carlos

Dica 594 – Pratique o Second Conditional com “The Big Bang Theory”

junho 19, 2014

Eu adoro assistir a seriados de TV. Além de me divertir, é sempre uma oportunidade de ouvir mais inglês e de aprender coisas novas. Como nunca consigo me desligar do fato de ser professor, sempre acabo achando uma cena para usar no ensino de inglês. E foi assim que achei essa cena do seriado “The Big Bang Theory” onde aparece o second conditional.

Montei esse vídeo com a cena e uma pequena prática da estrutura. Dá para você se divertir e treinar o seu inglês um pouquinho:

Assista a seriados em inglês sem legenda. Quanto mais você assistir, mais o seu inglês vai melhorar. Entender é uma questão de treino. Quando mais você treinar, melhor você vai entender.

Nessa cena eu coloquei a legenda, pois o meu objetivo era praticar a estrutura gramatical. No entanto, para você entender o episódio, você não precisa da legenda. Tem gente que me diz que quando coloca a legenda em inglês consegue entender mais. Isso acontece, porque você está lendo. Você está praticando a leitura e não a audição. Para você melhorar a sua compreensão auditiva, o melhor é ouvir apenas. Assim você vai aprender a ouvir cada vez melhor.

Continue praticando e até mais,

Carlos

 

 

 

 

Dica 593 – Cante “Let It Go”

junho 7, 2014

Uma das perguntas que eu mais recebo é sobre indicações de músicas para cantar em inglês. Assim como eu, muita gente gosta de cantar em inglês e sabe que cantar ajuda muito a aprender. Cantar ajudar a melhorar a pronúncia, ajuda a aprender a juntar as palavras, ajuda a gravar palavras e expressões. Cantar ajuda a aprender gramática, pois a gente repete tantas vezes a mesma coisa que aquilo fica gravado na nossa cabeça. Quando vamos falar, as frases saem naturalmente da nossa boca.

No meu livro “Aprenda Inglês Cantando e Aprenda a Cantar em Inglês” há muitas dicas de como usar músicas para aprender inglês, e dicas de como encontrar músicas que o ajudem a praticar conteúdos específicos do inglês, como tempos verbais, por exemplo.

A dica de hoje é a música “Let It Go”, tema do filme “Frozen”. Para quem não sabe, o filme “Frozen” ganhou o Oscar de melhor animação deste ano. Além disso,  já é o quinto maior sucesso de bilheteria de todos os tempos, um fato incrível já que se trata de um desenho animado. E merece, pois o filme é realmente lindo e a história maravilhosa. Se você ainda não o assistiu, assista. Em inglês, sem legenda!

A música “Let It Go” também ganhou o Oscar de melhor música deste ano. Cantada pela maravilhosa Idina Menzel, uma famosa atriz e cantora da Brodaway, a música é muito bonita mesmo.

Aí está o video com a letra para você aprender a cantar.

Cantar em inglês é divertido e faz bem para o seu inglês. Não precisa ter voz boa, nem ser super afinado. O objetivo não é você ser um cantor, mas cantar por prazer. E de quebra melhorar o seu inglês!

Divirta-se a até a próxima,

Carlos

Dica 592 – Vá atrás das coisas

junho 6, 2014

Um dia desses um aluno trouxe uma lição de casa com um exercício em branco. Me disse: “Eu não fiz esse exercício porque não sabia o que significava uma palavra.” E aí? Você vai parar cada vez que não souber alguma coisa?

Você tem um dicionário em casa? Sabia que todos os bons dicionários têm definições e exemplos de frases com as palavras? É fácil de usar e descobrir o significado das palavras. Basta querer!

Sabia que existem muitos dicionários online? Basta procurar, ler as definições das palavras, procurar exemplos até conseguir entender. Sim, dá um pouquinho de trabalho, mas é assim que a gente aprende. Você precisa querer e ir atrás.

Se você quer aprender alguma coisa, faça algo! Mexa-se! Vá atrás das coisas! Ficar parado esperando ou simplesmente desistir diante de um obstáculo não vai levá-lo a lugar nenhum. Na sua vida pessoal e profissional, muitas vezes você vai se deparar com palavras que não conhece. E você vai precisar descobrir o significado dessas palavras. Não vai sempre ter alguém disponível para ensinar para você. Um dos objetivos do ensino é ensinar o aluno a ser independente e fazer as coisas sozinho. Então, mãos à obra. Pode começar já.

Depois que eu publiquei o livro “Você Consegue Aprender o Que Quiser” sempre me perguntam se realmente qualquer pessoa consegue aprender o que quiser. Eu digo que sim, mas tem que querer de verdade. Se você quer, mas não faz nada por isso, então você não está querendo tanto assim. Tem que querer e fazer algo por isso. Mais uma vez, o segredo é a sua atitude.

Se você vai fazer um exercício e não sabe uma palavra, procure o significado e faça o exercício! Além de praticar o inglês, você tem a chance de aprender uma palavra nova.

Pense nisso e vá atrás do que quer. Você consegue, sim!

Até a próxima,

Carlos

 

Dica 573 – A música “What does the fox say” – sugestão do Pedro

outubro 10, 2013

Hoje enquanto eu trabalhava, meu filho Pedro chegou e me perguntou:

“Papai, você precisa de uma música que fale os sons que os animais fazem e ainda tenha goes, says e outros verbos?”

E me mostrou um video de youtube. Enquanto eu via o vídeo ele me disse:

“Essa música é legal também porque tem ‘What does the fox say?” e “The fox says…” e dá para mostrar a diferença da pergunta e da resposta.”

Como deu para você ver, filho de peixe…

Aí está o vídeo com a música e a letra:

Realmente, o Pedro tem razão. A música é ótima, pois é divertida e tem bastante vocabulário que você normalmente não aprende na escola, como os sons que os animais fazem. Não é legal aprender isso? E também dá para praticar a gramática com os verbos na terceira pessoa do singular. Como eu costumo dizer, quando a gente aprende se divertindo, aprende muito mais.

Obrigado ao meu amado filho Pedro pela dica!

Se você tiver alguma dica legal, pode me mandar também. Será um prazer publicá-la e dar o crédito a você.

Até mais,

Carlos

 

Dica 571 – Uma ótima música para praticar o futuro com going to

outubro 1, 2013

Eu gosto muito de usar músicas para estimular o aprendizado de inglês, como você já deve ter percebido. Uma das coisas que gosto de fazer é pedir para os meus alunos acharem músicas das quais eles gostem com o ponto gramatical que estamos estudando. Muitas vezes eu levo uma música para a aula, mas que é do meu agrado ou alguma de que eu me lembrei quando preparava a aula. Nem sempre é uma música que os alunos curtem. Por isso, deixar que eles sugiram as músicas é uma boa ideia. Isso faz os alunos se envolverem mais com a aula. E isso também faz com que eles pensem um pouco sobre o que estamos estudando.

Numa das minhas últimas aulas para um dos meus grupos, eu estava trabalhando com o futuro com going to e perguntei se alguém conhecia alguma música onde essa estrutura aparecia. Na hora ninguém se lembrou de nada, mas na aula seguinte algumas alunas trouxeram essa sugestão: a música One way or another do grupo One Direction. Eu não conhecia a música, mas realmente é muito boa para treinar going to, principalmente por apresentar a combinação dessa estrutura com vários verbos diferentes e por dar a oportunidade de praticar bastante a pronúncia – going to se pronuncia gonna.

Veja o clipe com a letra na tela e cante junto:

Se você é fã do One Direction vai gostar da música com certeza. Se você não é, pode gostar dela também, pois é uma música bem gostosa, alegre e fácil de cantar.

Mas também se não gostar, pode procurar outra música com going to. Se achar uma do seu agrado, cante, divirta-se e pratique o seu inglês. E não esqueça de me contar depois. Eu conheço muitas músicas, mas há muitas outras que eu não conheço. Nem dá para a gente querer conhecer todas as músicas que existem, né?

Até a próxima,

Carlos

Dica 559 – Aprendendo inglês com música – Depoimento da Nágila

julho 15, 2013

Recebi esse depoimento da leitora Nágila Carla, sobre aprender inglês com música. Como acho que os exemplos dos outros podem também ser bons para a gente, reproduzo o depoimento a seguir:

“Eu tenho 16 anos. Há uns 5 ou 6 anos eu ouço musicas em inglês. Eu não escuto outro tipo de música – somente em inglês.  Meus álbuns são apenas de músicas internacionais, das quais eu sei completamente as letras. Escuto umas 3 ou 4 vezes a música e já canto um pouco embaraçado mas canto bem. Depois eu procuro a letra original na net e leio ela inteira, não cantando, mas lendo normal. Depois coloco a música e acompanho. Saber a pronúncia das palavras me ajuda a cantar. Isso sempre foi fácil pra mim. Atualmente eu canto mais de 53 músicas em inglês e estou aprendendo mais.  Umas dicas a mais que eu deixo são as seguintes:

1º ouça bem a musica. Volte ela e escute novamente, mas dessa vez acompanhe cantando do seu jeito mesmo.

2º leia a letra da musica todinha antes de cantar. Saber o que esta falando e pronunciar corretamente ajuda a cantar, acredite.

3º cante por partes como foi dito aqui. Não queira já ir cantando tudo de uma vez. Respeite seu ritmo.

4º e esta é a principal dica, tenha prazer e paciência de cantar pois não e fácil. Fazer com paixão ajuda muito. Com estas músicas hoje eu converso em inglês muito facilmente e consigo pronunciar muito bem. Acreditem em vocês mesmos e vão em frente. Não desistam.

Concordo com o que Carlos disse: não é necessário saber o que esta cantando, pelo menos não de início. Quando tiver dominado a letra, você pode procurar saber o que está dizendo. Canto em inglês com muita facilidade há mais de 5 anos e digo que aprendi mais inglês cantando do que na escola. Acredite…

Espero ter ajudado. Beijos a todos.

Good Bye”

Como eu sempre digo, não existe uma maneira única de se aprender inglês. Existem muitas maneiras diferentes e acho sempre importante a gente experimentar coisas novas. Pode dar certo ou não, mas é fundamental tentar. E se você tiver alguma dica que funcionou para você, mande para mim que eu publico.

Obrigado, Nágila, pela sua contribuição!

Até mais,

Carlos

Dica 555 – Não sofra por não conhecer palavras

julho 3, 2013

O editorial da Folha de São Paulo de hoje começa assim:

Açodamento para realizar plebiscito impede debates que a consulta deveria suscitar e traz risco de reforma política apenas piorar sistema atual.”

Eu não sei o que significa açodamento. Você sabe? Pelo contexto, deduzo que seja alguma coisa como pressa, já que o governo parece estar com pressa em fazer o plebiscito. Você sabe o que é suscitar? Essa eu sei, embora não seja uma palavra tão comum no dia a dia.

Mais abaixo, no mesmo editorial, há a seguinte frase:

Dizer que pelo menos o segundo desses benefícios seria perdido com um plebiscito feito de afogadilho é mero truísmo.

Você sabe o que significam afogadilho e truísmo? Eu não sei. Até o meu corretor de textos do computador acaba de sublinhar essas palavras, achando que devo ter escrito errado e não existem. Ou seja, nem o corretor de textos as conhece.

Pelo contexto, concluo que afogadilho deve também se referir à pressa em realizar o plebiscito.  Já truísmo não consigo descobrir pelo contexto. Mas tudo bem, isso não me impede de ler o editorial e saber que eles estão falando sobre os problemas de o governo ter pressa em realizar o plebiscito. Afinal, a gente lê o jornal para saber as notícias.

Quando estamos lendo um texto em português e não entendemos uma palavra ou mais, dizemos para nós mesmos: “Eu não entendo essas palavras”. No entanto, quando estamos lendo um texto e inglês e não entendemos algumas palavras já começamos a sofrer. Dizemos para nós mesmos: “Eu não sei inglês. O meu inglês é ruim. Eu estudo há tanto tempo e ainda não entendo inglês.” Por que cobramos tanto de nós mesmos?

Entender uma língua não significa entender todas as palavras dela. Se nem na nossa própria língua sabemos todas as palavras, o que dizer de uma língua estrangeira? Mas o que importa é a sua atitude em relação a isso. Se em português achamos natural não entender uma palavra, por que não fazemos o mesmo com o inglês? Por que sofremos tanto e nos culpamos tanto por isso?

Muitas pessoas “travam” quando estão lendo um texto e não conhecem uma palavra. Parece que sem aquela palavra não vai dar para entender o texto. Mas isso não é verdade. Você pode chegar até o fim do texto e entender toda a mensagem mesmo sem ter entendido algumas palavras. Claro que tudo depende do nível de complexidade do texto e do assunto. Se eu ler um texto sobre medicina com um monte de vocabulário técnico, nomes de doenças e procedimentos médicos,  eu não vou entender quase nada em língua nenhuma, nem em português.Em compensação, um médico que tenha um inglês muito ruim consegue entender um texto técnico em inglês, porque ele já conhece bem o vocabulário da sua área.

Eu não estou dizendo que não devemos nos preocupar com o vocabulário. Claro que devemos! Devemos sempre tentar ampliar o nosso vocabulário. Ter um vocabulário mais amplo mostra um domínio maior do idioma. Aprender palavras novas e saber como usá-las é muito importante. É algo que você deve fazer para sempre. Lembre-se de que a língua é viva e sempre aparecem palavras novas. O que estou dizendo é que você não deve sofrer quando não souber algo. Aprenda a relaxar e vai ver que a sua compreensão é boa, mesmo sem entender 100 % das palavras.

Nós não lemos um texto para aprender vocabulário. Nós lemos um texto para obtermos uma informação. Depois de lido, mais tarde, se você quiser, você pode ler o texto novamente, sublinhar as palavras que não conhece e procurar o seu significado. A partir daí você pode fazer todo o trabalho de realmente aprender o vocabulário: procurar exemplos com as palavras e tentar usá-las em vários contextos. Só usando a palavra é que realmente vamos aprendê-la e lembrar dela quando precisarmos falar.

Será que ao terminar de ler esta dica você vai procurar no dicionário o que significam açodamento, suscitar, afogadilho e truísmo? Isso fica a cargo da sua curiosidade. Pensando bem, quantas vezes na sua vida você acha que vai usar a palavra açodamento?

Até a próxima,

Carlos